O goleiro do Verdão, #Fernando Prass, pode estar de saída da equipe neste ano, já que o seu contrato está quase se encerrando e a diretoria do Palmeiras ainda não procurou o jogador para uma possível renovação. Isso abriu a oportunidade para outros clubes fazerem propostas ao defensor, pois, além da insegurança de saber se vai ou não ficar no elenco, ele já pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube.

Prass se tornou um grande ídolo do Palmeiras, após ter conquistado diversos títulos pela equipe, assim como o campeonato brasileiro do ano passado. O goleiro já admitiu sua vontade de encerrar a carreira no Verdão, porém isso não depende somente dele, mas também da diretoria do clube.

Publicidade
Publicidade

Proposta de um clube brasileiro

O goleiro Fernando Prass já admitiu ter propostas de equipes brasileiras e, apesar do desejo de continuar no Palmeiras, assumiu que terá de garantir o seu futuro e não ficar a mercê de uma decisão demorada da diretoria alviverde, que ainda adiou uma #Proposta para o defensor continuar na equipe.

Fernando Prass deseja que a diretoria se apresse, pois, pode assinar um pré-contrato com outro clube brasileiro, contra o seu desejo, mas visando o futuro, já que o jogador já tem 38 anos de idade e deseja se aposentar em breve.

Jogaria em um clube rival?

Ao ser questionado se jogaria em um clube rival, Fernando Prass afirmou que não gostaria ,mas deve cuidar do seu futuro e, se for necessário, ele assinará mesmo se for com um rival do Palmeiras. O carinho do atleta pela torcida alviverde é muito grande e recíproco, porém o Palmeiras tem outro grande goleiro, Jaílson, que renovou até o final de 2018 com o clube e é três anos mais novo do que o Prass.

Publicidade

O Jaílson se tornou querido pela torcida no ano passado, quando defendeu a equipe durante a campanha do eneacampeonato brasileiro, tornando-se um dos protagonistas da vitória. O goleiro substituiu Fernando Prass, que sofreu uma lesão em 2016, perdendo oportunidade, inclusive, de defender a seleção olímpica.

Após a saída de Jaílson, no último jogo, para a entrada de Prass, o goleiro de 35 anos foi reverenciado pela torcida, pois vivia no anonimato e, desde então, tornou-se um grande nome para o gol do Palmeiras. Muitos questionam se ele não deveria ser titular no lugar de Prass.