Como se não bastassem os problemas dentro de campo, que inclui-se um jejum de oito jogos sem vencer dentro do Campeonato Brasileiro da #Série B e estar rondando a zona de rebaixamento, o Paysandu ficou sem seu presidente. De acordo com notícia publicada pela ESPN Brasil, Sérgio Serra foi abordado por dois homens armados que lhe fizeram ameaças a ele e a sua família.

O fato ocorreu no último domingo (2), quando o agora ex-presidente caminhava com sua mulher e seu filho de 14 anos, que autismo, em uma praça de Belém e foram abordados por dois homens que estavam em uma moto. Com os rostos cobertos pela camisa, eles encostaram um revolver no rosto de Serra e disseram que sabiam onde a família morava que se o #Paysandu caísse para a Série C acabariam com todos eles.

Publicidade
Publicidade

Abalado com o que aconteceu, ele decidiu deixar o cargo que teria que cumprir até o ano que vem. O vice-presidente de operações Tony Couceiro assumiu o posto. Antes de sofrer as ameaças, Serra já vinha sofrendo pressão por parte da torcida por conta dos maus resultados na Série B e também por conta da perda de importantes jogadores.

A situação se agravou mais após a derrota na última terça-feira (4), em Belém, para o Londrina, por 2 a 1, resultado que deixou o Papão com apenas 13 pontos, na 16º colocação, podendo entrar na zona de rebaixamento ainda no decorrer da rodada.

Durante os seis meses que ficou na presidência do Papão, o clube levantou o título do campeonato paraense, foi vice-campeão da Copa Verde e caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil para o Santos.

O Paysandu volta a jogar na próxima terça-feira (11), quando irá até Santa Catarina encarar o Criciúma.

Publicidade

Chegando

Se um dos motivos dos protestos dos torcedores era a saída de jogadores, a bronca deve diminuir um pouco nas próximas horas. A diretoria do clube está acertando junto ao Sport Recife o empréstimo do meia Fábio Matos, de 21 anos. De acordo com o portal Globo Esporte o acerto com os clubes já está acertado e o atleta ficará na Curuzu até o final da Série B. O jogador foi artilheiro do Sport na Copa São Paulo do ano passado com oito gols e nesta temporada vem sendo pouco aproveitado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

Outro jogador que também pode aparecer no Papão é o meia Rodrigo Andrade. O jogador de 29 anos defendeu o Red Bull Brasil na última edição do Campeonato Brasileiro da Série D, quando o Toro Loko caiu ainda na primeira fase. Antes, ele havia iniciado a temporada jogando pelo Fortaleza. #Violência