Não é novidade para ninguém que a diretoria do Inter busca uma pacote de reforços para dar mais qualidade ao grupo de Guto Ferreira na disputa da segunda divisão. A equipe gaúcha está de olho em um jogador que possa atuar ao lado de D'Alessandro, aumentando assim a qualidade no meio de campo e também a chegada das bolas para os atacantes fazerem os gols.

O nome da vez é Camilo, que está em baixa no #Botafogo e pode ser envolvido em uma negociação com o time gaúcho. O jogador foi destaque da Chapecoense em 2015 e do Botafogo no ano passado, mas, nesse ano, ele não conseguiu se firmar no time e não mostrou o mesmo #Futebol da temporada passada, quando se tornou a principal peça do time e um dos responsáveis diretos de levar o alvinegro para a Libertadores.

Publicidade
Publicidade

O Inter pode ceder um atacante para contar com o atleta. Há dois nomes que agradam a diretoria do time carioca: Brenner e Sasha. Porém, os jogadores estão em momentos distintos e a negociação pode ser complicada.

O Botafogo já tinha demonstrado interesse na contratação de Brenner, mas o jogador está na mira do Nantes, clube francês, que deve fazer uma boa proposta para contar com o jogador. Desse modo, a possibilidade de Brenner vir morar no Rio de Janeiro é bem menor.

Por outro lado, Sasha, pode reconquistar o seu espaço no Botafogo. O jogador já foi um dos mais importantes do Inter, mas hoje não vive um dos seus melhores momentos, aumentando assim a chance de ser envolvido na negociação. O jogador perdeu espaço com Guto Ferreira e também não vive uma lua de mel com o torcedor, que vem aumentando as críticas ao jogador.

Publicidade

O Botafogo precisa de um jogador para aumentar a disputa no ataque. Hoje, Roger é o principal nome e não tem um grande concorrente no banco de reservas. Em algumas partidas, o time sofre para colocar a bola para dentro, aumentando assim as críticas da torcida a diretoria, que não vinha buscando uma solução para esse problema.

Já o Inter tem tudo para melhorar. O time vive uma fase complicada, onde os resultados não vem e, com a troca de treinador recentemente, houve uma mudança de filosofia no trabalho, dificultando ainda mais a vida da equipe na disputa da segunda divisão. Com mais uma derrota na Série B, a pressão da torcida por novos reforços e por uma melhora nas apresentações só aumenta. Por conta disso, o time gaúcho também pode trazer um atacante, que hoje está entre Grafite, 38 anos ou Ricardo Oliveira, com 37. #Internacional