Publicidade
Publicidade

Ninguém esperava mais a saída de Nenê do #Vasco, principalmente porque o jogador voltou a ganhar espaço com o treinador Milton Mendes e era uma peça importante para o time conseguir bons resultados na temporada. O atleta pediu para não viajar com o elenco que joga contra o São Paulo e isso deixou a diretoria vascaína irritada com o camisa 10.

Mas, quais foram os motivos que levaram Nenê a não viajar?

De acordo com o Uol Esporte, alguns motivos explicam a repentina saída do atleta do Gigante da Colina. Primeiramente, desde o início do ano, ele vinha se mostrando insatisfeito. Com o passar do tempo, ao invés desse sentimento diminuir, só vinha aumentando.

Publicidade

Quando Milton Mendes foi anunciado, a coisa desmoronou de vez. O treinador é famoso por ser muito rígido e exigente nos treinamentos. Na época que treinava o Santa Cruz, surgiu na imprensa a notícia que alguns jogadores do time pernambucano estavam insatisfeitos como excesso de exigência do treinador.

A publicação diz que o camisa 10 não foi tratado como uma unanimidade, assim como era tratado pelos outros treinadores que passaram por São Januário. Essa situação mudou o espirito do jogador dentro do clube.

Nenê, por outro lado, sempre negou qualquer rusga com o treinador. Nas redes sociais, tentava ironizar essas especulações, mas a torcida não acreditava.

Milton Mendes não olha para o nome do jogador, mas sim pela qualidade do seu futebol [VIDEO]. Desde a chegada do camisa 10, ele vem sendo barrado e substituído várias vezes.

Publicidade

O jogador recentemente recuperou a condição de titular, mas no duelo contra o Santos foi substituído e novamente demonstrou não estar muito feliz com essa situação.

Agora falta saber qual será o seu destino, já que ele pode ter propostas de fora do Brasil. O Vasco nega qualquer investida de outra equipe para contar com o seu #Futebol.

Milton Mendes ganhou carta branca da diretoria para fazer as mudanças necessárias no elenco. Outro nome importante que recentemente deixou o clube foi Rodrigo, que saiu do Rio de Janeiro para defender as cores da Ponte Preta. Agora é Nenê, outro nome importante no elenco, que não deve mais vestir a camisa cruz-maltina.

Cada vez mais o grande nome a da equipe fica em Luis Fabiano. O jogador [VIDEO], que chegou no início do ano, tinha dois líderes no elenco ao seu lado, mas hoje é um dos mais experientes e deve liderar a garotada da base vascaína na disputa do Campeonato Brasileiro, em que o time busca uma vaga na Libertadores. #Esportes