Com 11 vitórias em 13 partidas o #Corinthians fecha esse primeiro terço do #Brasileirão de #2017 de forma avassaladora. Empatando apenas duas partidas, com Chapecoense em casa na estréia e com o Coritiba fora, chega a marca de 35 pontos em 39 possíveis, beira os 90% de aproveitamento e lidera com uma vantagem de 10 pontos para o segundo colocado, o Grêmio.

É de maneira tal expressiva essa vantagem que a diferença entre o líder e o segundo colocado (10) é a mesma do segundo para a primeira equipe fora da zona de rebaixamento, a Chapecoense com 15 pontos, dando a impressão inicial que exitem dois campeonatos, o normal e o que faz esse Corinthians do técnico Carile.

Publicidade
Publicidade

Como se não bastasse tudo isso, ainda o Corinthians já venceu seus três clássicos regionais, Palmeiras, São Paulo e Santos, venceu outro rival local, a Ponte Preta e venceu também, e fora de casa, o segundo colocado Grêmio.

Situação confortabilíssima do time de Parque São Jorge, mas o que tem de especial nesse Corinthians?

Há quem afirme que a tabela colaborou, mas não é o que vemos quando analisamos, outros falam de sorte, mas eu prefiro falar da compactação e do treinamento do time por esse surpreendente Carile, que assumiu a equipe num momento de profunda crise financeira, não fosse isso, sejamos sinceros, não teria assumido, o Corinthians teria trazido outro treinador com nome à altura de sua vasta e vitoriosa história.

O fato é que Carile assumiu, montou o time basicamente com o que tinha, (enquanto outros elencos ainda se reforçam durante a competição), ganhou o Paulistinha, e está bem encaminhada a classificação a mais uma fase da Copa Sul Americana.

Publicidade

Lidera o Brasileiro dessa forma fantástica, e traz como derrota dolorida apenas aquela desclassificação da Copa do Brasil nos pênaltis para o Internacional, ainda assim sem perder nos tempos normais.

Há nesse time do Corinthians, limitado em qualquer papel que se escreva, se comparado aos outros elencos, como de Palmeiras, Flamengo, Grêmio e Atlético Mineiro, uma entrega total de todos os jogadores ao cumprir as funções determinadas pelo esquema tático do treinador Carile, é visível como o time joga para seu treinador e isso funciona sempre no futebol como historicamente já tivemos tantos exemplos.Na verdade, é muito claro, o time joga simples e joga bem, na ultima quarta (12), no derby paulista, marcou sem dar chances de criações mais agudas ao Palmeiras e chegou de forma rápida e mortal duas vezes, com Arana pela esquerda, numa o lateral sofreu o pênalti convertido por Jadson, na outra matou o jogo fazendo dois a zero.

O campeonato já está definido?

É óbvio que não! Há quem possa dizer, então você não entende nada de futebol, justamente ao contrário, é por entender e por ser apaixonado por futebol que digo, nada ainda está definido.

Publicidade

O Palmeiras venceu o brasileirão do ano passado somando 80 pontos, no inicio agora da 14° rodada teremos ainda 78 pontos em disputa, é ponto para dedéu.(veja esse artigo sobre a era dos pontos corridos. Muita coisa ainda pode acontecer nesse cenário, mas não podemos também deixar de ver que a vantagem do Corinthians é muito confortável e se seguir assim, considerando apenas pequenos e naturais tropeços, caminha a passos largos para o título, mas vamos devagar com o andor de São Jorge, futebol ainda é, bem menos logicamente que no passado, uma caixinha de surpresas.

O grande desafio dos outros pretendentes e candidatos ao título é que não podem mais errar e terão confrontos diretos entre si, vai sobrar emoção.

Campeonato ainda aberto porque, como diz lá nas terras gremistas: não tá morto quem peleia!