As figuras públicas já não está mais autorizadas a ter um deslize sequer. Do contrário, as redes sociais serão implacáveis no julgamento. Quem experimentou essa situação cada vez mais atual foi o técnico colorado #Guto Ferreira, que "escorregou" em sua última coletiva de imprensa e acabou sendo machista com a jornalista Kelly Costa, da RBS.

O #Inter havia vencido o Luverdense por 1x0 dentro do Beira-Rio, em Porto Alegre, mas voltou a desperdiçar inúmeras oportunidades de gol. Kelly perguntou ao comandante colorado se havia algum tipo de "falha técnica" no setor ofensivo e, em troca, ouviu que "você é mulher e talvez nunca tenha jogado futebol".

Publicidade
Publicidade

Justiça seja feita, Guto Ferreira reservou sua quarta-feira, dia seguinte ao polêmico episódio, para se desculpar com a profissional da comunicação. Além de emitir nota oficial, ele esteve ao vivo no Globo Esporte, da própria RBS, se desculpando e esclarecendo o que quis falar. A jornalista, em comunicado publicado nas redes, deu o caso como encerrado.

Mas, especialmente no Twitter, Guto foi bastante criticado pela postura e pela fala machista diante das câmeras. Selecionamos algumas das principais críticas e postamos abaixo. Veja: