Primeiro é importante saber que atenção é fundamental neste jogo e, às vezes, você também precisará contar um pouco com a sorte. Para isto, fique de olho e faça análises em geral dos jogos anteriores. Olhar os desfalques e estabelecer favoritismo dentro de campo pode ser fundamental.

A base da escalação para o Cartola FC deve-se conter os melhores jogadores dos times nos quais, em sua opinião, representam a maior probabilidade de vitória da partida que irá disputar. Para compreender melhor isso, é necessário saber como escalar cada posição.

Poucas cartoletas

O Cartola FC não é igual aos outros jogos de futebol. Você não poderá gastar todo seu dinheiro em um ou dois jogadores bons.

Publicidade
Publicidade

Economizar e investir em jogadores que irão se valorizar pode ser crucial para que você saia na frente.

Por exemplo, imagine um time que acabou de chegar na série A, e tem um jogador muito promissor. Esse jogador provavelmente estará ainda barato e pode valorizar bastante com um bom desempenho. É uma forma de economizar cartoletas e, ainda por cima, valorizar as que você investiu.

O dinheiro é apertado no começo da season e isso faz com que sua precisão precise estar afiada para que não haja perdas grandes logo de começo no campeonato. Nas primeiras rodadas sempre é necessário deixar de fora aquele seu jogador preferido que gostaria de escalar, mas que, por falta de cartoletas, ainda não pode. Lembre-se: investimento.

O mesmo acontece em rodadas onde a maioria dos jogadores favoritos possuem um alto custo, mas este problema geralmente some quando atinge-se 150 cartoletas.

Publicidade

Sendo assim, ter poucas cartoletas nas rodadas iniciais não é um problema, já que é uma situação que todos estão enfrentando. O real problema é ficar com estas poucas cartoletas ao decorrer dos jogos, pois isso vai engessar o seu processo de escalação

Escalando jogadores

Sabe por que o futebol é tão popular ao redor do mundo? Por causa de sua imprevisibilidade. É possível ver um lanterninha ganhar do time que está em primeiro lugar, de goleada inclusive. Sendo assim, as apostas nunca deverão ser em um time só. É uma situação comum e de risco, pois aquele jogador preferido pode ser o nome da rodada.

Nessas horas também vale um pouco da sorte que citamos acima, pois o jogador pode ser o goleador ou até mesmo tomar cartão vermelho e aquelas cartoletas caríssimas terão lhe dado um prejuízo danado. Para evitar essa situação, estabelecer um ranking de importância entre todos os jogadores que você considera terem potencial para fazer um bom papel na rodada. Essa classificação deve ser feita baseando-se nos confrontos, na média de pontos de cada jogador, na regularidade do atleta e logicamente no seu feeling.

Publicidade

Lembre-se também que futebol é momento, e o jogador que não foi bem a algumas rodadas atrás agora pode ser o goleador da rodada. Feito assim suas escolhas, considere um ponto importante para seu time: você deve escolher jogadores que estão dentro dos critérios de análise do jogo, ou seja, jogadores que costumam se sair bem nos seus pontos finais. Afinal, passe certo não vale nada, desarme não é roubada de bola, drible é apenas novela e por aí vai.

Goleiro

É a hora de começar a escalar sua seleção. O goleiro pode ser uma peça chave no seu time se usar com sabedoria. Esta posição costuma mostrar grande discrepância de pontos dentro de uma única rodada. Muitos preferem estar goleiro pela possibilidade de não sofrer gol em um confronto, na maioria dos casos atuando em casa como mandante.

Porém, pode ser feito outra análise diante a isto. Lembre-se que defesas difíceis geram pontos altíssimos e esta pode ser uma das armas que fará sua pontuação subir. Isso costuma acontecer com mais frequência em jogos onde os goleiros atuam fora de casa, pois é nessa situação que costumam ser mais exigidos. Uma combinação que costuma dar certo é escalar o goleiro de um time grande, que esteja em boa fase, quando enfrenta um time de menor expressão no campo adversário.

É mais difícil este time grande e em boa fase levar muitos gols, muitas vezes nem leva. E o time de menor expressão, jogando em casa, costuma ser mais abusado e buscar o gol, muitas vezes de forma destrambelhada.

Zagueiro

O grande trunfo aqui é roubada de bola. Os melhores zagueiros costumam ser aqueles que pontuam alto neste quesito, que é diferente de desarme. Logicamente, o ideal é escolher um zagueiro que seja especialista em roubada de bola e que também tenha boas possibilidades de não sofrer gol na rodada.

Outro fator importante são os zagueiros artilheiros, muitos destes são altos e costumam participar de jogadas de escanteio. Se há boas opções de zagueiros ladrões de bola numa determinada rodada, uma boa pedida é escolher um artilheiro que jogue em cima contra um time mais fraco, pois pode se aventurar sem ter tanto risco de sofrer um gol.

Lateral

Outro grande destaque nesta posição são os que atuam como alas, pois agregam a possibilidade de pontuar através da participação em jogadas de ataque. Este setor oferece boa possibilidade de pontuação em três quesitos: saldo de gol, roubada de bola e assistência. O lateral ideal é aquele que costuma se destacar nos dois últimos, ainda mais quando joga em casa com ampla possibilidade de não sofrer gol.

Da mesma forma que a posição de zagueiro, também é arriscado escolher um lateral apenas pela possibilidade de não sofrer gol. Prefira os ladrões e garçons.

Meia

Agora a escolha fica entre duas grandes opções. Existem os valores que costumam ser jogadores de marcação, possuem destaque através de roubada de bola e também existem os meias ofensivos, que pontuam mais por assistências e/ou gols. Neste ponto, o que manda é a regularidade, ou seja, a média de pontos que o jogador consegue fazer nas rodadas.

Não perca tempo com jogadores que costumam manter a média, a ideia de diferenciar para que aja um destaque e valorização do jogador. Seja volante ou meia ofensivo, escale sempre os eficientes. Um volante regular é uma boa ação quando se tem jogos mais pegados, pois os meias costumam render menos.

O risco assumido ao escalar um volante é sempre pela possibilidade de penalização durante as partidas, receber um cartão amarelo ou vermelho pode representar a baixa média do jogador na partida, mas lembre-se que arriscar também faz parte do jogo. Em jogos onde o time está atuando dentro de cada contra um outro time mais fraco, lembre-se também do favoritismo estabelecido pelo esporte. É sempre bom arriscar meias ofensivos, pois têm muito mais chances de aplicar assistências e gols.

Fique esperto aos falsos meias, que também podem ser perigosos pois costumam ser boas pedidas. São em geral jogadores que estão disponíveis para o setor do meio campo dentro do Cartola, mas que atuam como atacante de seus times.

Atacante

Finalmente o estrelato. O grosso da média ponderada do time costuma ter origem aqui, gols possuem um scout bem maior. O bom momento é fator preponderante para a escolha do seu atacante, pois tem muita estrela que costuma brilhar nas redes por um tempo. Mas quando a fase é ruim, a bola não entra nem por milagres. Então, seja preciso nas suas escolhas e faça aquela análise das partidas antes de escalar por favoritismo.

Lembre-se da dica dos jogadores em melhor fase e o scout de gols. Obviamente, aqueles que jogam em casa contra times mais fracos têm tendência de pontuar mais por possuir naquela rodada uma maior chance de marcar gols e pontuar melhor. Escalar atacantes em clássicos é uma via de duas mãos, uma porque são os que geralmente decidem a rodada e outra porque dificilmente farão um gol. Sendo assim, a sua receita fica levemente nas mãos da sorte. A receita certa é atacante de time grande que esteja em boa fase e que vai atuar em casa contra time mais fraco. É bola na rede.

Técnico

Muitos não sabem, mas a pontuação do técnico é proveniente de uma média geral da pontuação dos jogadores do time que ele representa. Portanto, ao escolher o seu técnico, escolha o comandante do time que possua o maior favoritismo na rodada. Simples e prático.

Dada as observações mais importantes de cada posição, vamos a outras observações gerais importantes:

Esquema tático

Este jogo de técnicos oferece inúmeras possibilidades de combinações de diferentes times. A escola do esquema tático deve-se variar de acordo com as opções do mercado de cada rodada. Cabe a você optar pela forma que sua equipe vai para o campo, lembre-se sempre contra quem você está jogando e a forma que o seu time deve se comportar.

Por exemplo, em uma rodada onde não há boas opções para lateral, o ideal pode ser investir em um esquema apenas com zagueiros, como um 3-4-3 ou um 3-5-2. O esquema mais utilizado costuma ser o clássico 4-3-3, mas sugerimos que você faça a escolha rodada a rodada. Obviamente, um esquema com três atacantes costuma ser melhor, pois privilegia o ataque, que é o setor que bomba em pontuação.

Média de pontos

A média de pontos de um jogador é seu índice de competência. Os jogadores com as maiores médias são os que costumam se sair melhor no geral das rodadas e portanto acabam sendo mais confiáveis.

Em qualquer setor do sue time, além das dicas estabelecidas anteriormente, sempre leve em consideração a pontuação do jogador que você pretende escalar. Afinal, alguns valem um pouco mais cartoletas que os outros e não é atoa.

Apostas

Fazer boas e precisas apostas pode ser o diferencial da sua rodada. Fuja da escalação 100% manjada e coloque o time a seus critérios. Lembre-se que apostar significa arriscar. Para isso, precisa de moderação. A sugestão chave é que coloque no máximo dois jogadores que possam ser considerados ousados para a aposta.

Uma boa dose de confiança é sempre bem-vinda. Junto com as dicas acima e seus conhecimentos e experiência como técnico. Agora você está pronto para ser o melhor da rodada e garantir a disparada na frente dos seus colegas. #CartolaFC #Futebool #Brasileirão