Não bastante o empate sem gols contra o Avaí [VIDEO] e a aproximação do Grêmio, o Corinthians teve uma péssima notícia na manhã desta quinta-feira. Exames de imagens feitos ainda em Florianópolis detectaram que o meia Jadson sofreu duas fraturas na costela e ficará afastado dos gramados por cerca de um mês.

A contusão ocorreu ainda no começo da partida, quando o jogador se chocou com o ex-corintiano Betão aos 10 minutos do primeiro tempo. O atleta se queixou de dores do tórax e foi substituído por Marquinhos Gabriel. Para piorar, quase que no mesmo instante, o zagueiro Pablo sentiu a coxa direita e também teve que sair da partida, o que obrigou o técnico Fábio Carille utilizar duas substituições com 15 minutos de jogo.

Publicidade
Publicidade

Se confirmado esse período de ausência, além de ficar fora já do jogo do próximo domingo (23), contra o Fluminense no Rio de Janeiro, o jogador também não estará em campo contra o Flamengo, dia 30, na Arena Itaquera, contra o Atlético Mineiro no dia 2, no estádio Independência, contra o Sport, em São Paulo, no dia 5, e talvez da partida contra o Vitória, em São Paulo, no dia 20 de agosto. Nesse meio tempo ainda há o jogo de volta da Sul-Americana, contra o Patriotas da Colômbia, mas nesse caso ele poderia ser poupado. A situação só não é mais complicada porque o jogo contra a Chapecoense, da pela primeira rodada do returno, foi deslocado para o dia 23 de agosto.

Mais desfalques

Como não bastasse perder Jadson para o duelo contra o Fluminense, Marquinhos Gabriel, seu reserva imediato recebeu o terceiro cartão amarelo por reclamação e também estará fora da partida do próximo final de semana, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Com isso, o técnico Fábio Carille terá que optar entre Clayson, Pedrinho e Giovanni Augusto.

Outro que também é duvida para o jogo é o zagueiro Pablo, que deixou a partida antes dos 15 minutos em razão de uma contusão na coxa. Se não puder atuar, ele deverá ser substituído por Pedro Henrique.

Já sobre o segundo empate seguido, que fez a diferença para o Grêmio cair de 10 para 6 pontos, o treinador corintiano discorda quando se usa o termo tropeço. Visivelmente incomodado pelos questionamentos, ele disse que os jornalistas criaram uma expectativa de que o time seria campeão com 15 rodadas de antecedência e que o aproveitamento do time segue sendo acima da média. Ele também afirmou que se baseia nos números de 2015 e que trabalha jogo a jogo. “Tem muita coisa para acontecer, muita gente para chegar, avaliou. #Avaí #Corinthians #Brasileirão