Publicidade
Publicidade

Não bastante o empate sem gols contra o Avaí [VIDEO] e a aproximação do Grêmio, o Corinthians teve uma péssima notícia na manhã desta quinta-feira. Exames de imagens feitos ainda em Florianópolis detectaram que o meia Jadson sofreu duas fraturas na costela e ficará afastado dos gramados por cerca de um mês.

A contusão ocorreu ainda no começo da partida, quando o jogador se chocou com o ex-corintiano Betão aos 10 minutos do primeiro tempo. O atleta se queixou de dores do tórax e foi substituído por Marquinhos Gabriel. Para piorar, quase que no mesmo instante, o zagueiro Pablo sentiu a coxa direita e também teve que sair da partida, o que obrigou o técnico Fábio Carille utilizar duas substituições com 15 minutos de jogo.

Publicidade

Se confirmado esse período de ausência, além de ficar fora já do jogo do próximo domingo (23), contra o Fluminense no Rio de Janeiro, o jogador também não estará em campo contra o Flamengo, dia 30, na Arena Itaquera, contra o Atlético Mineiro no dia 2, no estádio Independência, contra o Sport, em São Paulo, no dia 5, e talvez da partida contra o Vitória, em São Paulo, no dia 20 de agosto. Nesse meio tempo ainda há o jogo de volta da Sul-Americana, contra o Patriotas da Colômbia, mas nesse caso ele poderia ser poupado. A situação só não é mais complicada porque o jogo contra a Chapecoense, da pela primeira rodada do returno, foi deslocado para o dia 23 de agosto.

Mais desfalques

Como não bastasse perder Jadson para o duelo contra o Fluminense, Marquinhos Gabriel, seu reserva imediato recebeu o terceiro cartão amarelo por reclamação e também estará fora da partida do próximo final de semana, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Com isso, o técnico Fábio Carille terá que optar entre Clayson, Pedrinho e Giovanni Augusto.

Outro que também é duvida para o jogo é o zagueiro Pablo, que deixou a partida antes dos 15 minutos em razão de uma contusão na coxa. Se não puder atuar, ele deverá ser substituído por Pedro Henrique.

Já sobre o segundo empate seguido, que fez a diferença para o Grêmio cair de 10 para 6 pontos, o treinador corintiano discorda quando se usa o termo tropeço. Visivelmente incomodado pelos questionamentos, ele disse que os jornalistas criaram uma expectativa de que o time seria campeão com 15 rodadas de antecedência e que o aproveitamento do time segue sendo acima da média. Ele também afirmou que se baseia nos números de 2015 e que trabalha jogo a jogo. “Tem muita coisa para acontecer, muita gente para chegar, avaliou. #Avaí #Corinthians #Brasileirão