Publicidade
Publicidade

Horas depois de demitir Pachequinho [VIDEO], o #Coritiba já tem novo treinador. Na tarde desta quinta-feira (20), a diretoria do Coxa anunciou a volta de Marcelo Oliveira, que dirigiu o clube em 2011 e 2012, quando chegou a duas finais de Copa do Brasil, além de conquistar o bicampeonato paranaense.

O treinador de 62 anos estava sem clube desde o final do ano passado, quando foi demitido do Atlético Mineiro entre as duas partidas das finais da Copa do Brasil contra o Grêmio. Ele foi substituído por Roger Machado, que curiosamente foi outro treinador a perder o cargo [VIDEO] nesta quinta, demitido do Galo.

“Marcelo é um técnico vitorioso, o que precisávamos, o que estava faltando para o Coritiba ser um time vitorioso” disse o presidente Rogério Bacellar a Nadja Mauad, que foi a primeira jornalista a dar a notícia do acerto com o novo treinador.

Publicidade

Outra coincidência é que ele assumirá o comando do time justamente na partida contra o Atlético Mineiro, válida pela 17º rodada, no Couto Pereira. Antes disso, o preparador físico Robson Gomes comandará o time na partida do próximo sábado (22), contra o Flamengo, na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro.

Esta não foi a primeira tentativa de repatriar Marcelo Oliveira. No início do ano, logo após a demissão de Paulo César Carpegiani, ele chegou a ser procurado pela diretoria do Coxa, mas recusou o convite. Ele também não aceitou uma proposta feita pelo Sport Recife.

Com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, o Coritiba soma 19 pontos e ocupa a 13ª posição na classificação do Campeonato Brasileiro.

Dança dos técnicos

Após Coritiba e Atlético Mineiro anunciarem a troca de comando, apenas dez times dos 20 da Série A ainda contam com o mesmo treinador desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Cuca, que estrou na primeira rodada, segue no Palmeiras, assim como Fábio Carille no Corinthians e Gilson Kleina na Ponte Preta.

No Rio de Janeiro, os quatro times seguem com o mesmo técnico desde o começo da competição: o Flamengo com o contestado Zé Ricardo – técnico a estar há mais tempo em um time dentre os que estão na Série A -, o Fluminense com Abel Braga, o Botafogo com Jair Ventura e o Vasco com Milton Mendes.

Apesar de várias vezes balançar no cargo, o Cruzeiro segue com Mano Menezes, assim como o Avaí continua apostado em Claudinei Oliveira, apesar de estar na zona do rebaixamento. Já o vice-líder Grêmio segue desde o ano passado sob o comando de Renato Portaluppi. #Dança dos Técnicos #Brasileirão