Publicidade
Publicidade

O Palmeiras foi eliminado da Copa do Brasil na última quarta-feira (26) e expôs as suas feridas dias depois. Ou melhor, na mesma noite. No hotel onde estava hospedado, alguns atletas foram cobrados por parte da torcida e até um conselheiro, que se exaltou e pediu que o volante Felipe Melo jogasse mais. Acalmado por Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, o clima ficou ameno momentos depois.

A saída da Copa do Brasil poderia ser considerada normal em qualquer equipe, mas não no #Palmeiras. O clube, atual campeão brasileiro, investiu mais de R$ 100 milhões na chegada de novos atletas e trouxe ainda o técnico Cuca, que tinha parado por alguns meses para cuidar de problemas familiares.

Publicidade

Nesse meio tempo, o time foi comandado por Eduardo Baptista e conseguiu a classificação para as oitavas na Copa Libertadores da América.

Em entrevistas concedidas, Cuca deu algumas pistas de que o elenco não estava unido. Ao ser eliminado na quarta, o treinador se reuniu com o presidente palmeirense, Maurício Galiotte, e com o executivo de futebol, Alexandre Mattos, para discutir algumas mudanças. Em 2016, aliás, algo parecido ocorreu. Após o bate-papo, Robinho e Lucas, potenciais titulares, foram envolvidos em troca com o Cruzeiro para as chegadas de Fabrício e Fabiano. O treinador considerou que ambos tinham possibilidade de alterar o bom andamento do ambiente.

Felipe Melo não é relacionado e deve sair

A bomba explodiu nesta sexta-feira (28) antes de o dia terminar. Por volta das 22h, o portal de notícias Globo Esporte noticiou que o volante Felipe Melo foi cortado do jogo contra o Avaí.

Publicidade

Nas redes sociais, jornalistas confirmaram que ele estava de saída do Alviverde e que não vestiria mais a camisa do clube paulista.

Felipe Melo chegou em janeiro e está há exatos sete meses no Palmeiras. Com discurso forte, Melo foi titular algumas vezes e reserva em outras. Teve duas lesões, uma na mão e outra na coxa, e voltou antes do prazo.

A chegada de Bruno Henrique e a preferência de Cuca por Thiago Santos minaram as chances de o jogador ser titular. Nesta sexta, Cuca reuniu o elenco e confirmou que o jogador não iria ser relacionado para enfrentar o Avaí.

O Palmeiras ainda não emitiu nota oficial e não posicionou ainda quando será feito. Existe uma pequena chance de Maurício Galiotte conversar com a imprensa antes do jogo deste sábado (29) no Allianz Parque, mas nada confirmado. Conselheiros e sócios acusam o gestor de falta de comando e abertura demais para Mattos. #Mercado