Publicidade
Publicidade

Cruzeiro e Palmeiras empataram em 1 a 1 [VIDEO] no estádio do Mineirão, na noite desta quarta-feira (26), resultado que deu aos mineiros a classificação para as semifinais da #Copa do Brasil por conta dos gols marcados fora de casa, uma vez que no Allianz Parque o duelo tinha terminado 3 a 3. Ao final da partida, os treinadores falaram do jogo e do placar.

O técnico Cuca, do #Palmeiras, lamentou a eliminação e disse que faltou experiência ao grupo para segurar o resultado. Ele afirmou que a partida desta noite foi bem diferente da do jogo da ida, quando, para ele, o #Cruzeiro encaixou três bolas e depois sua equipe teve que correr para buscar o empate.

Publicidade

Já o jogo desta noite, na visão do treinador, foi mais truncado e era para se arrastar até o momento certo. “É uma decisão, você não vai ganhar essa decisão no primeiro minuto”, disse.

O técnico palmeirense também lembrou que tinha o jogo controlado e que o adversário não dava sufoco. Para Cuca, o gol acabou saindo em uma jogada causal, o que creditou a falta de maturidade dos jogadores. “Faltou um pouco de maturidade para saber sofrer no final do jogo”, analisou.

Eliminado na Copa do Brasil, o Palmeiras agora foca suas atenções para o Campeonato Brasileiro, onde, neste sábado (29), às 19h, recebe o Avaí, no Allianz Parque, em São Paulo.

Fala, Mano

Assim como no ano passado, o Cruzeiro está mais uma vez nas semifinais da Copa do Brasil e deverá ter como adversário a equipe do Grêmio, que nesta quinta-feira (27) enfrenta o Atlético Paranaense apoiado na larga vantagem dos 4 a 0 conseguido no jogo da ida.

Publicidade

Após o jogo, o técnico Mano Menezes atribuiu a vaga à disposição de seus jogadores.

O treinador elogiou a atuação do time após sofrer os gols e também o apoio que os torcedores deram ao time no momento complicado. “Nessa hora vai do coração mesmo. E superação vem porque o torcedor empurra”, comentou.

Quanto ao próximo adversário, Mano já dá como certa a classificação do Grêmio e lembrou o encontro dos times no ano passado, quando os gaúchos levaram a melhor. Ele acredita que desta vez será diferente. “Um adversário que enfrentamos no mesmo momento na semifinal, mas acho que agora é a nossa vez”, disse o técnico, reforçando que os comandados do técnico Renato Portaluppi ainda têm a Libertadores para se preocupar.

Apenas na nona colocação, com 22 pontos, 18 atrás do Corinthians, o Cruzeiro volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo (30), novamente no Mineirão, quando recebe o ameaçado Vitória.