A diretoria do São Paulo acaba de anunciar que Rogério Ceni não é mais técnico do São Paulo. A demissão já vinha sendo cogitada nos bastidores após as derrotas para os Atléticos (paraense e mineiro) e o empate com o Fluminense em casa, mas a gota d’água foi mais a derrota para o Flamengo por 2 a 0, que fez a equipe despencar para a 16ª posição na tabela e entrar na zona de rebaixamento.

Passagem fraca

Se como goleiro, #Rogério Ceni deixou seu nome cravado no São Paulo, sua passagem como técnico não teve o mesmo êxito. Foram 14 vitórias, 11 empates e nove derrotas. Um aproveitamento de apenas 51%.

Em quase seis meses de trabalho, Rogerio Ceni viveu alguns poucos momentos bons e vários decepcionantes.

Publicidade
Publicidade

Começou demonstrando ser um técnico que gostava de atacar e marcar vários gols, mas foi incapaz de montar um esquema defensivo razoável, sofreu vários gols jogando contra equipes pequenas e nos momentos de decisão, fracassou de maneira melancólica.

O primeiro revés ocorreu na Copa do Brasil, diante do Cruzeiro, atuando em casa, o São Paulo não conseguiu vencer a boa marcação da equipe mineira e ainda levou dois gols. Na segunda partida, apesar do bom futebol, a equipe não passou de um empate e acabou eliminada.

No Campeonato Paulista, nova decepção. Na primeira partida da semifinal contra o Corinthians, a equipe atuou mal e foi derrotada por 2 0 em casa.

A terceira eliminação consecutiva veio na Copa Sul-Americana diante do medíocre 'Defensia Y Justicia', uma equipe que nunca tinha disputado uma partida internacional válida por competições oficiais.

Publicidade

Após esse fracasso, uma parte da torcida começou a se irritar com a falta de evolução no trabalho de Rogério. Nas semanas seguintes, mais torcedores foram ficando descontentes.

Saída de jogadores não explica mau futebol

Alguns poderão imaginar que Rogério Ceni foi vítima da saída de vários jogadores que ocorreu, mas é importante frisar que essas saídas ocorreram nos últimos 15 dias, e a equipe vem jogando mal há meses. Além disso, vários atletas que saíram nem eram titulares, como por exemplo: João Schmit, Breno, Lucão e Neílton. Maicon, que foi outro a sair, vinha jogando mal e errando sucessivamente. A rigor, as duas únicas baixas a serem sentidas são de Thiago Mendes e Luis Araujo, que estavam bem e deixarão saudades.

Novo técnico?

Ainda não se sabe quem será o novo técnico do São Paulo, mas o nome de #Dorival Júnior é bem cotado e conta com o apoio de grande parte da torcida tricolor.

Caso o novo técnico não chegue ao clube esta semana, o auxiliar técnico Pintado comandará a equipe contra o Santos na Vila Belmiro no próximo domingo. #São Paulo FC