O Fluminense realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, mais um treinamento na tarde desta sexta, visando o compromisso de domingo, às 19h (de Brasília), no estádio Couto Pereira, diante do Coritiba, válido pela 14ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Na atividade, mais uma vez sem contar com a presença dos jornalistas, o técnico Abel Braga, bastante preocupado com o fato de ter uma das defesas mais vazadas na competição até o momento (21 gols sofridos), deu indícios de que deixará o esquema com três atacantes e passará a escalar três volantes.

Como não há a certeza da presença de Wellington Silva, em fase final de transferência para o Bordeaux, da França, o comandante tricolor optou pela entrada de Marlon Freitas para, juntamente com Orejuela, ter a função de proteger a zaga que, sem Henrique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deve ser formada por Nogueira e Reginaldo.

Publicidade
Publicidade

Tendo Marlon Freitas e Orejuela, Wendel atuaria mais adiantado ao lado de Gustavo Scarpa. No ataque, Henrique Dourado, que não enfrentou o Botafogo no meio de semana por estar suspenso, retorna normalmente ao lado de Richarlison.

Outra novidade pode estar na lateral-direita. Desgastado fisicamente, Lucas tem chance de ser preservado e Renato ganhar nova oportunidade. Essa alteração já aconteceu duas vezes na temporada: na derrota de 3 a 1 para o Grêmio, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil, e na vitória de 3 a 0 sobre o Avaí, em Florianópolis, pelo Brasileirão.

Todas as definições somente após o treino de sábado, pela manhã, novamente no CT Pedro Antônio. Logo em seguida, a delegação embarca para Curitiba. A provável escalação do Flu é a seguinte: Júlio César, Lucas (Renato), Nogueira, Reginaldo e Mascarenhas; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Richarlison e Henrique Dourado.

Publicidade

Recuperando de uma cirurgia, o zagueiro Renato Chaves participou da atividade, assim como o volante Douglas, que convive com dores articulares. No entanto, segundo o departamento médico, ainda não há previsão para que ambos estejam à disposição. Enquanto isso, Luiz Fernando (ruptura no ligamento) e Marquinho (tendinite), contundidos no joelho direito, foram submetidos a artroscopias e só devem retornar aos gramados no ano que vem, assim como Gum e Pierre, também lesionados.

Somando 17 pontos, o Fluminense ocupa, até o momento, o 11º lugar na classificação do Brasileiro, mas uma vitória sobre o Coritiba pode gerar uma aproximação do G-6, grupo daqueles que, em 2018, estariam na Taça Libertadores da América. #Fluminense #PaixãoPorFutebol