No jogo mais esperado da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, Corinthians e Flamengo empataram em 1 a 1 na tarde deste domingo (30), na Arena Itaquera, resultado que manteve a invencibilidade do alvinegro na competição e também a liderança isolada, com 41 pontos ganhos, enquanto que a equipe carioca desceu um degrau e agora aparece em quinto lugar com 29 pontos. Ao final da partida, os técnicos Fábio Carille e Zé Ricardo falaram a respeito do jogo.

Como não poderia deixar de ser, um dos temas mais levantados na coletiva com o treinador corintiano foi o gol legítimo de Jô, que foi anulado pela arbitragem aos 12 minutos do primeiro tempo, quando o placar ainda estava 0 a 0.

Publicidade
Publicidade

O atacante estava a mais de três metros atrás da linha da bola quando recebeu o passe. Sobre o polêmico lance, Fábio Carille não poupou críticas à arbitragem.

Carille disse que não gosta muito de falar de arbitragem, mas hoje não teve como não falar. “Um erro como esse não pode, um erro feio”, disse o corintiano. “Um jogo desse tamanho, desse jeito, não dá. É uma vergonha”, seguiu. Apesar do erro contra sua equipe, ele disse que é contra a tecnologia no futebol, exceto em lances onde exista dúvida se a bola entrou ou não.

O treinador também lembrou erros contra e a favor do #Corinthians ocorridos neste ano, como o gol que o São Paulo marcou na semifinal do Campeonato Paulista, o qual o são-paulino Gilberto estava em condição ilegal, e também um pênalti dado em Arana, que mesmo sendo um lance a favor de seu time, foi criticado por ele.

Publicidade

O Corinthians volta a jogar na próxima quarta-feira (2), às 21 horas, no estádio o Mineirão, contra o Atlético Mineiro.

Zé Ricardo lamenta empate

Para o técnico do #Flamengo Zé Ricardo, sua equipe merecia sorte melhor na partida, pois após algumas substituições, o time melhorou e passou a pressionar os donos da casa, ficando muito perto de uma virada, quando o time ainda teve uma bola na trave. “Tivemos próximos de vencer a partida, uma bola na trave numa rebatida. Tivemos outra oportunidade com o Diego”, lembrou.

O treinador, porém, admitiu que o time se abateu após o gol anotado por Jô , ainda no primeiro tempo. “Acho que o Corinthians depois do gol, com o apoio da torcida, veio para cima do Flamengo, com a qualidade que tem”, disse.

O Flamengo terá outra parada dura na próxima quarta-feira (2), quando novamente enfrenta o Santos, desta vez pelo Campeonato Brasileiro e no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A bola começa a rolar às 21h45. #Brasileirão