A semana agitada do futebol brasileiro ainda não acabou. Depois de toda a polêmica em torno do jogo Santos e Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, uma nova bomba estourou na noite desta sexta-feira. O técnico Cuca reuniu o elenco e anunciou que #Felipe Melo está afastado do Palmeiras [VIDEO] para o jogo contra o Avaí, neste sábado (29), mas já há quem crave que os dias do volante no Palestra Itália chegaram ao fim.

O comentarista Arnaldo Ribeiro, da ESPN Brasil, declarou que ‘’Felipe Melo não joga mais pelo #Palmeiras’’. A afirmação foi feita durante o programa “Linha de Passe’’, na noite desta sexta-feira (28).

Publicidade
Publicidade

Ribeiro disse que não poderia dar mais detalhes porque havia acabado de receber a informação de uma fonte, que classificou como “segura e confiável”.

O técnico palmeirense justificou a decisão de afastamento dizendo que Felipe Melo está tumultuando o ambiente e que agora não é hora para se fazer isso. Uma frase dita logo após o empate em 1 a 1 diante o Cruzeiro, na quarta-feira (26), resultado que culminou na eliminação do time alviverde da Copa do Brasil e é apontado como o estopim do desentendimento entre o treinador e o volante. Aos microfones, Felipe Melo teria dito que “havia muita sacanagem no time”. Ao tomar conhecimento da declaração, #Cuca decidiu pelo afastamento do atleta.

Felipe Melo foi a contratação mais comentada do início do ano. As polêmicas o envolvendo começaram logo em sua apresentação, quando ele afirmou que “daria tapa na cara de uruguaio, mas com responsabilidade”, se referindo aos catimbados jogos da Copa Libertadores da América, que começariam alguma semanas depois.

Publicidade

A frase repercutiu mal, principalmente no Uruguai, onde o Palmeiras enfrentaria o Peñarol pela fase de grupos.

O que não faltou no jogo no Uruguai foi justamente tapa na cara. Uma verdadeira batalha campal se deu após a vitória palmeirense por 3 a 2. Alvo da fúria dos uruguaios, o volante acabou sendo suspenso incialmente por seis partidas, mas depois teve a pena reduzida. Em seguida, o jogador ainda passou algumas semanas afastado, se recuperando de lesão.

O jogador era titular absoluto no time de Eduardo Baptista, mas, após a chegada de Cuca, foi perdendo espaço, ficando fora de alguns jogos. Segundo informações do portal Globo Esporte, a não escalação do jogador foi criando um clima de animosidade entre eles, que ao que tudo indica explodiu após o jogo no Mineirão. Vale lembrar Cuca não é admirador do futebol de Felipe Melo.

O Palmeiras tem um compromisso muito importante no próximo dia 9, quando faz o jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América contra o Barcelona do Equador precisando vencer por 2 a 0, ou três gols de vantagem, caso sofra um. Na partida de ida, o time perdeu por 1 a 0. Antes, no entanto, o time tem compromisso neste sábado (29), às 19 horas, no Allianz Parque, contra o Avaí, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.