Empatados na tabela de classificação com 20 pontos ganhos, Atlético Mineiro e Vasco se enfrentam neste domingo (23), às 16 horas, no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, buscando reencontrar o caminho das vitórias dentro da competição. O Galo vem de derrota em casa para o Bahia por 2 a 0, o que acabou custando o cargo do técnico Roger Manchado [VIDEO], enquanto que o #Vasco perdeu para o São Paulo, no Morumbi, por 1 a 0.

Após a semana conturbada que culminou na troca de treinador, o Galo quer quebrar a sequência de duas derroas seguidas dentro do Horto. Apesar de ter anunciado Rogério Micale na sexta-feira (22), neste jogo a equipe será dirigida pelo auxiliar Diogo Giacomini, que não poderá contar com o goleiro Victor e o zagueiro Bremer, suspensos por conta de cartões, além do meia Adílson, poupado.

Publicidade
Publicidade

Assim, o Atlético tentará espantar a má fase com Giovanni no gol, Alex Silva na lateral-direita, Matheus Mancini e Gabriel fazendo a dupla de zaga e Leonan na lateral-esquerda. Roger Bernardo, Gustavo Blanco, Yago e Marlone formarão o meio de campo, com Valdívia e Fred no ataque.

Sem contar com Nenê, que pediu para ser negociado, Luís Fabiano, que ainda recupera a melhor forma física, e Thalles, seu substituto imediato está suspenso, o técnico Milton Mendes recorrerá às categorias de base para escalar o time do Vasco, com os atacantes Paulinho e Paulo Vitor tendo a primeira oportunidade de começarem uma partida como titulares. Mateus Vital, outro jovem jogador vindo da base, também retorna ao time titular.

Com essas alterações, Milton Mendes deverá mandar a campo Martín Silva no gol, a defesa formada por Gilberto, Rafael Marques, Paulão e Ramon.

Publicidade

Jean e Bruno Paulista serão os volantes, com Paulinho, Mateus Vital e Escudero completando o meio de campo. O jovem Paulo Vítor será o homem de ataque.

A partida terá arbitragem de Raphael Claus. Ele será auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti, todos eles de São Paulo.

Dura missão

Apesar da briga pelo título do Campeonato Brasileiro estar cada vez mais difícil, o time está 17 pontos atrás do Corinthians, o Atlético Mineiro segue vivo tanto na Copa do Brasil quanto na Libertadores da América. Conquistar ao menos uma dessas taças para salvar o ano do Galo será a missão do técnico Rogério Micale, cujo contrato é válido até o final do ano.

Na Copa do Brasil, a situação é até confortável. Depois de vencer o Botafogo na ida por 1 a 0, o time vai até o Engenhão, na próxima quarta-feira (26), precisando apenas de um empate ou podendo perder por um gol de diferença, desde que marque pelo menos um tento no campo do adversário.

Já no torneio continental a missão é exatamente o inverso. Depois de perder por 1 a 0 para o Jorge Wilstermann, na Bolívia, o precisa, no próximo dia 9, de vitória por dois gols de diferença ou vencer por 1 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. #Atletico-MG #Brasileirão