Na teoria, o #Inter começaria a Série B pegando defesas mais frágeis e por consequência, o ataque iria funcionar bem, fazendo belos gols. Mas nada disso está acontecendo. O ataque, que custou milhões e milhões de reais, demonstra uma imensa dificuldade ofensiva, na qual parece que não está bem postado e não tem um finalizador.

Hoje, a diretoria do Internacional sabe que é necessário procurar um novo atacante. Alguns nomes são cotados, mas ainda não houve avanço nas conversas com nenhum atleta.

Nico Lopez, Brenner e Pottker são jogadores que animaram a torcida com a possível formação de um trio ofensivo e matador, mas os gols não estão saindo.

Publicidade
Publicidade

Desde o jogo contra o América Mineiro, um atacante não sabe o que é marcar um gol pelo Colorado; desde lá os gols têm saído de atletas de outras posições.

William Pottker é um grande centro-avante e mostrou isso na Ponte Preta, mas hoje ele joga como segundo atacante e não está correspondendo. Além disso, ele passou um bom tempo lesionado e ainda está se adaptando a nova equipe.

Nico Lopez é outro que custou milhões, mas não é o matador que Guto Ferreira tanto busca. Mesmo fazendo 12 gols na temporada, ele não convenceu e novamente nem de longe lembra o Nico Lopez da época do Nacional.

Brenner perdeu uma chance incrível diante do Criciúma nesse sábado. O jogador não é mais o mesmo do início da temporada, mesmo assim tem interesse de um clube francês, que pode acabar fazendo uma proposta a qualquer momento e levar o jogador.

Publicidade

O time teve a chance de fazer seis pontos em casa nos últimos dois jogos. Diante do Boa #Esporte, a equipe acabou levando a pior, e por pouco não saiu derrotado diante do Criciúma. A prova maior da ineficiência do ataque do Inter é o time ter feito apenas 3 gols nos últimos seis jogos disputados.

Logo após a partida, a torcida começou novamente o quebra-quebra. Mesmo empatando, Guto Ferreira começou a ser pressionado pelos resultados ruins e a falta de evolução no sistema ofensivo. Com tempo para treinar, o time mostra os mesmos defeitos e deixa cada vez mais claro a dificuldade que terá para voltar para a primeira divisão.

Agora, sem tempo para treinar, o próximo compromisso é nesta terça-feira, quando viaja para o nordeste, onde enfrenta o Ceará. Neste jogo, o torcedor espera que os homens de frente comecem a fazer gols e assim façam o time voltar para as primeiras posições. Com 18 pontos conquistados, a equipe de Guto Ferreira está dois pontos atrás do 4º colocado e sete pontos atrás do líder, que é o Juventude, com 25 pontos conquistados.

O Ceará é um adversário direto para o time subir novamente para a Série A. Com os mesmos 18 pontos, o time nordestino quer vencer o Inter para voltar ao G4. #Futebol