O Palmeiras foi até o Rio de Janeiro ontem encarar o Flamengo, uma das melhores equipes do país. O Verdão chegou a ficar na frente virando o jogo, mas acabou concedendo o empate e saiu de lá na igualdade. Pará abriu o placar para os cariocas. Willian e Roger Guedes viraram para o Verdão e, no lance seguinte, Guerrero empatou após falha de Luan dentro da área.

Com o resultado, o Flamengo segue na frente e o #Palmeiras logo atrás lutando pela posição. No próximo domingo, o adversário será o Sport-PE na Arena Pernambuco. O duelo marca o reencontro do Verdão com Vanderlei Luxemburgo e Diego Souza, ex-treinador e ex-meio campista, respectivamente.

Publicidade
Publicidade

Depois de enfrentar o Sport, o Palmeiras vai direto para Minas Gerais decidir a vaga da Copa do Brasil. Na primeira partida no Allianz Parque, os mineiros saíram vencendo por 3 a 0 e o Palmeiras foi buscar o empate na segunda etapa. Qualquer empate por menos de três gols dá a vaga para o time de azul. Se repetir o resultado, pênalti. Vitória simples ou qualquer empate acima de 3 dá Palmeiras nas semifinais da competição.

O técnico Cuca já deixou registrado que os objetivos são Copa do Brasil e Libertadores. Pelo Campeonato Brasileiro, claro, o objetivo é avançar e conquistar pontos importantes, mas não é primordial.

No BID

O Palmeiras tem uma novidade no BID (Boletim Informativo Direto) da Confederação Brasileira de #Futebol. O atacante Pablo Mouche, que estava emprestado ao Olímpia-PAR, apareceu na listagem de jogadores aptos a jogar pelo Palmeiras.

Publicidade

Se quiser, Cuca pode escalá-lo já na próxima partida no final de semana.

O argentino chegou em 2014 e não teve muitas oportunidades. Com Dorival Júnior, teve chances mas não conseguiu ser decisivo. Passou pelas mãos do também técnico Marcelo Oliveira e não teve bom desempenho, entrando na lista dos atletas negociáveis. Passou por Estrela Vermelha, da Sérvia, e Olímpia, do Paraguai. Se for reintegrado ao grupo, o jogador terá que brigar forte pela posição com Erik, Keno, Willian, Roger Guedes, Dudu e Borja.

A possibilidade de Mouche ser efetivado no elenco palmeirense existe. Alexandre Mattos, executivo de futebol, negociou as saídas de Rafael Marques e Alecsandro. Confirmou a chegada de Deyverson e garantiu que o Palmeiras não traria mais nenhum jogador que exigisse esforço financeiro. Nem laterais, nem atacantes, nada. Apenas retorno de ativos que já são do clube, como é o caso de Mouche. #Mercado