O jogador Richard da Silva Lourenço, do Jundiaí #Basquete/APABJ - Associação de Pais e Amigos do Basquete de Jundiaí, foi encontrado morto na manhã desta segunda feira (10), em seu quarto. A causa da morte ainda não foi revelada. Especula-se que ele tenha falecido durante a madrugada. O atleta tinha 22 anos de idade.

Segundo o pai do atleta, Richard reclamou de dores de cabeça no domingo à noite (9), assistiu TV e depois foi se deitar. De manhã, o próprio pai foi quem encontrou o filho deitado, já sem vida, quando foi até seu quarto para acordá-lo.

O corpo foi levado para Instituto Médico Legal (IML). Amigos e familiares aguardam o laudo para saber qual foi a causa da morte.

Publicidade
Publicidade

O caso será investigado.

A notícia pegou a todos do time do Jundiaí Basquete de surpresa, pois Richard vinha treinando normalmente. O técnico da equipe, Edson Luiz Mina, que acompanha o atleta desde os seus 12, afirmou que ele nunca apresentou nenhum problema de saúde e que atualmente, treinava quatro vezes por semana.

Richard morava no bairro Jardim São Camilo em Jundiaí e era muito querido por companheiros de time e amigos.

O corpo do jogador está sendo velado na igreja dos mórmons no bairro de Jundiaí-Mirim. O enterro está marcado para às 9h desta terça (11), no Cemitério Parque dos Ipês em Jundiaí.

Outro jogador de basquete também teve morte semelhante

Em fevereiro deste ano, o ex-jogador brasileiro, Fab Melo, de 26 anos, que chegou a atuar no Boston #Celtics da NBA, também foi encontrado morto em sua casa, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais.

Publicidade

Assim como ocorreu com o pai de Richard, a mãe do jogador encontrou o filho morto quando foi ao seu quarto para acordá-lo. A autópsia apontou morte natural com causa indeterminada e a polícia descartou a hipótese de crime e por isso não abriu inquérito.

Jundiaí ficou 10 anos sem time de basquete

O Jundiaí Basquete tem sido uma atração para os jundiaienses, pois de 2005 a 2015, a cidade ficou sem um time adulto para participar de competições. Porém, há dois anos, a modalidade voltou à cidade, participando de eventos regionais e demais competições pelo estado.

Além da categoria adulto, o Jundiaí Basquete também possui equipes nas categorias Sub 13, Sub 17 e Sub 19 e busca fomentar a prática do esporte entre crianças e jovens.

Em nota publicada em uma rede social. O clube relatou a morte de seu atleta e desejou que Deus conforte toda a família do basquete de Jundiaí.

No perfil do jovem no Facebook, muitas homenagens e mensagens de apoio foram deixadas à família. #Jundiaí