Um simples exame antidoping fez o meia do Flamengo Ederson descobrir que está com um tumor no testículo, o que afastará o atleta dos gramados por tempo indeterminado. A informação foi revelada em coletiva de imprensa convocada pelo clube na manhã desta terça-feira (25), que também teve a presença do presidente Eduardo Bandeira de Melo, do diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, e do chefe do departamento médico Márcio Tannure.

O médico explicou que o tumor foi descoberto após o exames antidoping feito pelo jogador em maio, após as partidas contra os Atléticos Mineiro e Goianiense terem apresentado resultados positivo para beta HCG, que estimula produção de testosterona.

Publicidade
Publicidade

O jogador, apoiado em seu bom histórico, garantiu que não havia tomado nenhuma substância proibida, e já desconfiando que o fato pudesse indicar algum problema clínico e os resultados revelaram que o jogador está com tumor no testículo.

Tannure não deu prazo para prazo para o retorno do jogador e afirmou que um procedimento cirúrgico será feito até o final de semana e uma biópsia apontará sua gravidade e se haverá necessidade novos procedimentos. A quimioterapia seria um deles. Otimista, o médico disse que o prognóstico final é de boa recuperação.

Ederson disse que é muito difícil receber uma notícia como esta, agradeceu as mensagens de solidariedade e está confiante em sua recuperação. “Estou triste, porém estou muito tranquilo, ciente dos dias que virão. Será mais uma batalha, venci algumas na vida.

Publicidade

Tenho certeza que vou vencer mais essa”, disse o declarou de 31 anos.

Presidente Bandeira de Melo disse que o clube dará todo o apoio para o jogador e ainda se mostrou bastante otimista para seu retorno. “Tenho certeza absoluta que tudo vai dar certo e que ele estará voltando a vestir a camisa do #Flamengo”, afirmou o mandatário.

O jogador que chegou ao clube a exatamente dois anos e um dia, conviveu com boas atuações e longos períodos sem atuar. Na partida do Campeonato Brasileiro do ano passado, contra o Corinthians, o jogador sofreu uma entrada de Fagner focando fora dos gramados por mais de dez meses. Seu retorno em no jogo de ida da Copa do Brasil, no empate em 0 a 0 contra o Atlético Goianiense, disputado em 10 de maio, no Maracanã.

Tão logo foi anunciado o problema do jogador, torcedores começaram a se manifestar nas redes sociais, desejando força e uma pronta recuperação. O perfil oficial do Flamengo no Twitter também deixou uma mensagem de positivismo. “Estaremos juntos nessa luta, @ederson! Somos 40 milhões ao seu lado”. #ForçaEderson #Brasileirão