Após uma conversa com a diretoria do Vasco, o meia Nenê pediu para não viajar com a delegação para enfrentar o São Paulo, nesta quarta-feira (19), no estádio do Morumbi. O jogador manifestou o desejo de deixar São Januário e está a espera de propostas, possivelmente de algum clube do exterior, uma vez que já fez 12 jogos na Série A e não poderia defender outro clube brasileiro da primeira divisão. Já outro ídolo do clube manifestou desejo de renovar seu contrato, apesar de ter recebido outras propostas.

Nenê chegou ao #Vasco no meio do Campeonato Brasileiro de 2015, quando o Cruzmaltino fazia uma péssima campanha. Nem mesmo as boas atuações do jogador, que logo caiu nas graças da torcida, e a boa reação no segundo turno impediram a terceira queda vascaína para a segunda divisão nacional.

Publicidade
Publicidade

O atual vínculo do jogador com o clube carioca vai até o final de 2018.

Sem Nenê, o técnico Milton Mendes deverá optar entre Escudero ou Guilherme. Outra mudança na equipe titular deverá ser a entrada de Bruno Paulista na vaga de Wellington. Quem também seguirá de fora é o centroavante Luís Fabiano, que seguirá em fase final de sua recuperação. Thalles deverá jogar em seu lugar.

Com 20 pontos em 14 jogos, o Vasco ocupa a nona posição na classificação do Campeonato Brasileiro. O duelo contra o São Paulo, que luta pera sair da zona de rebaixamento, está marcado para as 21h45.

Quer renovar

Se Nenê pode estar de saída do Vasco, outro ídolo já manifestou seu desejo em permanecer no clube. Com o vínculo atual encerrando no ano que vem, o goleiro Martín Silva afirmou que deseja renovar seu acordo.

Publicidade

Jogador e diretoria já negociam a extensão do contrato até 2020. O arqueiro chegou ao clube em 2014 e já disputou 174 jogos pelo clube.

“A extensão do contrato seria um reconhecimento muito bom para mim”, declarou o dono da camisa 1 vascaína, que neste ano recebeu uma proposta do Boca Juniors, da Argentina, e teve também seu novo especulado no São Paulo, que ainda pena para encontrar um goleiro após a aposentadoria de Rogério Ceni.

Aliás, o Tricolor Paulista será o próximo adversário que o Vasco e Martín Silva terão pela frente. Sobre a situação do adversário desta quarta-feira (19), que não vence há nove partidas, ele acredita que os jogadores do São Paulo virão para cima e, por isso, é preciso estar ligado desde o primeiro minuto da partida.

Sobre a ausência de Luís Fabiano, jogador que tem forte identificação com o São Paulo, o goleiro afirmou que isso é uma boa noticia para os paulistas e que o grupo deposita total confiança em Talles, que deverá ser seu substituto. #Brasileirão #Mercado da bola