O presidente do #Vasco Eurico Miranda nunca escondeu a importância de jogar contra contra o #Flamengo, intitula o confronto até como ''um campeonato à parte'', termo esse que pegou no gosto dos torcedores. Dentro de campo, os atletas acabam incorporando essa energia, não é à toa que esses jogos têm sido muito brigados e disputados. Parece que há uma vontade extra por parte dos que estão atuando de triunfar no duelo. E nesta 12ª rodada do Campeonato Brasileiro não é diferente, ao ser perguntado sobre o desejo enfrentar o Flamengo, o lateral Ramon foi enfático.

''Jogo melhor para estrear não há. É o jogo que quero e preciso.

Publicidade
Publicidade

Vou dar tudo para estar lá dentro e ficar a disposição do Milton''. Outro a falar do confronto foi volante Bruno Paulista, que demonstra muita felicidade de estar em campo. ''A expectativa é a melhor possível, sempre gostei dessas partidas. No meu clube, onde surgi, o Bahia, os clássicos eram difíceis. Acho que ninguém quer ficar de fora de um clássico. Vou me doar ao máximo, porque se o professor optar por mim, tenho que estar preparado. Jogar contra o Flamengo vai ser uma honra'', comentou. Luis Fabiano classificou o duelo como uma ''guerra'', nesta sexta-feira.

Vale lembrar que os dois vão fazer sua estreia pelo Vasco. O lateral conhece o clube, já até venceu a Copa do Brasil em 2011. Mas também já esteve do outro lado, atuou pelo Flamengo em 2012, então vai reencontrar seu ex-time. Já Bruno Paulista, fará sua primeira partida com a camisa cruz-maltina.

Publicidade

Clássico

Vasco e Flamengo se encontram no ''Clássico dos Milhões'' mais uma vez em São Januário, e tudo indica que será mais um jogo acirrado e de muita disposição. Essa tem sido a tônica de todas as vezes que eles se enfrentam. O presidente do Vasco costuma estimular a rivalidade das equipes, enquanto o rubro-negro cai na pilha e não quer perder para o Vasco de jeito nenhum.

Jejum

O Vasco conta com uma invencibilidade para o Flamengo em São Januário há muito tempo. Não perde para o rubro-negro no seu campo, desde 1973, ou seja, 44 anos de jejum. Em jogos oficiais faz ainda mais tempo, a última derrota do cruz-maltino para o rival no estádio aconteceu em 1966, o que chega em 51 anos de invencibilidade.

No total, os dois duelaram em São Januário por 35 vezes na história. Foram 16 vitórias do Vasco, com dez do Flamengo, além de nove empates.

A última vez que atuaram por lá foi no Estadual do ano passado. O Vasco venceu por 1 a 0, justamente com um jogador que está atualmente do lado rubro-negro, o zagueiro Rafael Vaz. #Fabuloso