Publicidade
Publicidade

O jornalista Milton Neves é conhecido pelo pé-frio, pelas provocações, pelos comentários polêmicos que costuma fazer quando o assunto é futebol. No último sábado, durante a partida entre Botafogo e São Paulo, no Engenhão, o apresentador da TV e rádio Bandeirantes decretou o rebaixamento do Tricolor e apagou a postagem logo em seguida.

A equipe paulista foi ao Rio de Janeiro, abriu o placar, mas sofreu a virada para 2 a 1. Para piorar a situação, no segundo tempo, Cueva perdeu um pênalti e, na sequência, o Botafogo ampliou para 3 a 1.

#Milton Neves, assíduo no Twitter, analisou a situação. “Isso é azar de time rebaixado, tudo dá errado.

Publicidade

Esqueçam, são-paulinos, já caiu”, comentou o jornalista esportivo. Mas o futebol é uma caixinha de surpresas.

Em seguida, Milton foi sucinto em outra postagem. “São Paulo segunda divisão”. Mas o Tricolor diminuiu aos 39 minutos do segundo tempo, com gol de Marcos Guilherme. E empatou minutos depois, com Hernanes.

“Eu seco pouco ou não? Kkkkkk. São Paulo milagrosamente empata”, brincou Milton Neves, reconhecendo que é pé-frio. A equipe comandada por Dorival Júnior virou o jogo, aos 47 minutos, com outro gol de Marcos Guilherme.

Ao final da partida, Milton Neves reconheceu o erro no palpite que decretou o rebaixamento da equipe do Morumbi. “Milagre! O São Paulo não cai mais. Anotem”, tuitou o jornalista.

“Primeiro você afirmou que já tinha caído. Agora vem com essa conversa? Vai fazer merchan”, comentou um são-paulino.

Publicidade

“O Milton Neves só sabe fazer merchan e não entende nada de bola. Basta ver as asneiras que fala no seu programa de TV e Rádio”, tuitou outro torcedor tricolor.

“Hoje é a primeira vez que o São Paulo recupera um placar perdido deste tamanho em trocentos anos”, comentou mais uma vez Milton Neves. Novamente, o jornalista teve que aguentar a gozação dos torcedores são-paulinos.

Virada histórica

A partida contra o Botafogo foi emblemática. O São Paulo abriu o placar, tomou a virada, perde pênalti, sofreu o terceiro o gol e conseguiu vencer o jogo ao marcar três gols em oito minutos, entre os 39 minutos e os 47 do segundo tempo.

Essa quantidade de gols em tão pouco tempo não é a maior do Brasileirão deste ano. Na primeira rodada, o Bahia marcou quatro gols em sete minutos contra o Atlético-PR.

A diferença era que o Bahia não lutava contra o rebaixamento, não jogava fora de casa, não perdia a partida por dois de diferença e enfrentava um time reserva.

#São Paulo FC