Publicidade
Publicidade

Os dias de Nenê no Vasco estão cada vez mais próximos do fim. Depois de pedir para não jogar contra o São Paulo e também não ser relacionado para a partida diante do Atlético Mineiro, ambas fora de casa, o meia, que não participou do treino desta quinta-feira (27), também não foi relacionado para os dois próximos duelos do time pelo Campeonato Brasileiro, diante de Atlético Paranaense, na próxima segunda-feira, e Cruzeiro, na quinta. Com São Januário interditado, ambos os duelos estão agendados para o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Quando solicitou que não viajasse para São Paulo, o jogador o pedido alegando que tinha uma proposta de outro clube, porém até o momento ela não foi apresentada à diretoria vascaína.

Publicidade

Outro fator que também pode contribuir para o jogador deixar o clube é que o técnico Milton Mendes já teria dado a entender que o meia não está em seus planos. Gilvan Costa, empresário do jogador, disse que uma rescisão poderá ocorrer em breve.

Nenê chegou ao #Vasco há dois anos, durante a luta do Vasco de não ser rebaixado para a Série B. Apesar das boas atuações e de ter caído nas graças da torcida, o jogador não conseguiu evitar a terceira queda vascaína para a segunda divisão. Ele disputou 108 jogos pelo time, marcando 38 gols.

No Campeonato Brasileiro, o Vasco ocupa a oitava posição com 23 pontos ganhos, um ponto atrás do primeiro time dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

De olho na base

Enquanto que um jogador já considerado medalhão está próximo de sair do clube, o técnico Milton Mendes segue olhando com bastante atenção para asa categorias de base.

Publicidade

O zagueiro Ulisses, o lateral-esquerdo Luan, o volante João Victor e os atacantes Robinho e Marrony participaram de atividades junto ao elenco profissional.

Quem também esteve treinando com o grupo foi o zagueiro Anderson Martins, recém-contratado pelo clube. O gerente Científico Alex Evangelista elogiou o desempenho do atleta e acredita que na próxima semana ele esteja praticamente pronto para ficar à disposição de Milton Mendes.

Muitos analistas apontaram as dificuldades do Vasco na Série B do ano passado em função da alta média de idade do elenco. Neste ano, a tendência está se revertendo. Na vitória contra o Atlético Mineiro, a média de idade vascaína foi de 25 anos, com direito a dois gols de Paulinho, primeiro atleta nascido a partir do ano 2000 a balançar as redes no Campeonato Brasileiro. Na estreia do Campeonato Carioca, contra o Fluminense e que foi o primeiro jogo oficial da equipe do ano, a média de idade era de 29 anos. #Brasileirão #Mercado da bola