Morreu na tarde deste domingo (23), aos 66 anos de idade, o ex-goleiro do São Paulo e da Seleção Brasileira Waldir Peres. Titular na Copa de 1982, ele participava de um almoço em família, na cidade de Mogi Mirim, no interior São Paulo, quando sofreu um infarto fulminante. Segundo informações publicadas no portal Globo Esporte, por volta das 14 horas o ex-jogador sofreu um infarto fulminante e foi levado ao Hospital 22 de Outubro. Sua morte foi confirmada em torno das 15h30. Ele deixa três filhas.

Waldir Peres é o segundo jogador que mais vestiu a camisa do São Paulo, com 617 aparições entre 1973 e 1984, só ficando atrás de Rogério Ceni.

Publicidade
Publicidade

Defendendo a meta do Tricolor conquistou o Campeonato Brasileiro de 1977, inclusive pegando pênalti na decisão contra o Atlético Mineiro. Também conquistou três títulos do Campeonato Paulista nas temporadas de 1975, 1980 e 1981.

As boas atuações o levaram para a #Seleção Brasileira, onde esteve nos grupos que jogou a Copa de 1974 na Alemanha, 1978 na Argentina e foi titular em 1982. Jogou 39 partidas com a Seleção, sendo a última na traumática derrota por 3 a 2 para a Itália, que eliminou os brasileiros do mundial da Espanha.

Antes de defender o São Paulo, o goleiro começou a carreira na Ponte Preta, jogando na Macaca entre 1970 e 1973. Depois da longa passagem pelo São Paulo, jogou no América do Rio de Janeiro em 1984. Em 1985 jogou pelo Guarani, onde ficou até 1986 quando trocou o Bugre pelo Corinthians, onde foi campeão paulista em 88.

Publicidade

No mesmo ano ainda jogou por Portuguesa e Santa Cruz, pendurando as luvas em 1989 na Ponte Preta, justamente o time que o revelou.

Em 1991 iniciou a carreira como técnico treinado o São Bento de Sorocaba e desde então trabalhou em vários times do interior de São Paulo e outros estados. Seu último trabalho havia sido em 2013, à frente do Grêmio Maringá do Paraná.

Luto

Não demorou muito para os clubes começarem a se manifestar nas redes sociais. “O São Paulo Futebol Clube lamenta o falecimento do ex-goleiro Waldir Peres”, escreveu a assessoria do Tricolor em seu perfil nas redes sociais. Alguns torcedores sugeriram que na partida contra o Grêmio o goleiro Renan usasse um uniforme cinza em homenagem ao antigo ídolo.

A Ponte Preta, clube em que o ex-goleiro iniciou a carreira também se manifestou. “Nota de pesar: A Ponte Preta lamenta o falecimento de seu ex-goleiro e ídolo Waldir Peres, que defendeu as cores da Macaca e da Seleção”, assim como o rival Guarani que também usou seu perfil no Twitter para se manifestar. O Corinthians também publicou uma nota de pesar em seu site oficial. #Luto #São Paulo FC