Publicidade
Publicidade

Em 2016, o #Botafogo começou o ano pensando em se manter na Série [VIDEO]A, estava tendo trabalho no Brasileirão, até que Jair Ventura entrou e revolucionou o #Futebol mostrado pela equipe, se classificando para a Libertadores e se saindo melhor que o Corinthians, que acabou ficando para trás no Campeonato Brasileiro.

Desde então, acontece algo raro no Brasil, que é um treinador ser praticamente unanimidade e quando o time perde, ninguém pede a saída do treinador. Jair Ventura levou o time do Botafogo às quartas da Copa do Brasil e também pode levar o time para as quartas de finais da Libertadores. O seu trabalho vem sendo reconhecido pela imprensa e também por grandes treinadores, como é o caso de Murici Ramalho.

Publicidade

Atualmente comentarista do SporTV, o ex-treinador de futebol falou sobre o que acha do trabalho de Jair e o colocou entre os melhores do futebol brasileiro. ''O Jair Ventura está fazendo um trabalho de uma equipe consciente, sempre sabe o que quer dentro de campo [VIDEO], bem treinado, e com poucos recursos. Fábio Carille é outro treinador fora de série, pegou um time que em São Paulo falavam que era a quarta força, aquilo tudo, e soube quais eram as suas limitações. Abel Braga é outro, está fazendo um time com a molecada do Fluminense porque não tem dinheiro, financeiramente não está bem'', falou o treinador multicampeão.

É bom o Botafogo tratar de renovar o mais rápido possível o contrato do seu treinador. Isso porque há outras equipes do futebol brasileiro de olho no jovem treinador botafoguense.

Publicidade

Com um treinador que sabe montar uma defesa como poucos no Brasil, a tendência é que ele receba propostas tentadoras de outras equipes daqui para frente.

Com a chegada de novos reforços, principalmente do meio para frente do campo, a tendência é que os números de Jair Ventura no Botafogo melhorem ainda mais. A Libertadores volta no próximo mês, quando o Glorioso pode se garantir nas quartas de finais da competição, fase que faz muito tempo que uma equipe do Rio de Janeiro não chega.

O seu estilo de treinar lembra muito ao do técnico Tite em 2011, quando era um treinador buscando mais afirmação no Brasil e jogou com um time totalmente defensivo e que a sua principal arma era o contra-ataque. Porém, no ano seguinte, o hoje técnico da Seleção Brasileira foi campeão do Brasileirão e Libertadores, no mesmo ano levou o título mundial de clubes, se consolidando como um dos melhores técnicos que o futebol brasileiro já viu. #sport