Na manhã fria deste domingo, o Fluminense encerrou a sua preparação para o confronto de segunda, às 20h (de Brasília), diante da Chapecoense, no encerramento da 11ª rodada do #Campeonato Brasileiro.Assim como vem fazendo nos treinamentos realizados no CT Pedro Antônio, o técnico Abel Braga não permitiu a entrada dos jornalistas.

Sendo assim, permanece a dúvida sobre a presença ou não de Henrique Dourado. O centroavante, que, na importante vitória da última quinta pela Copa Sul-Americana (4 a 0 sobre a Universidad Católica de Quito), sofreu um pequeno edema na região pubiana, vem realizando tratamento intensivo para ter condições de jogo.

Publicidade
Publicidade

A tendência, porém, é de o artilheiro do Brasileirão com nove gols seja preservado para o próximo domingo, quando o Tricolor enfrenta, fora de casa, o Bahia. Nesse caso, Pedro formaria o trio ofensivo com Marquinhos Calazans e Richarlison.

A grande notícia para a torcida do Fluminense veio fora das quatro linhas. Aos cuidados do departamento de fisioterapia depois de se submeter a uma intervenção cirúrgica por conta de uma fratura no tornozelo direito, o meia equatoriano Junior Sornoza deu continuidade ao seu tratamento na academia do CT. Sem atuar desde o dia 21 de maio, na vitória de 2 a 1 sobre o Atlético-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte, o jogador, que tem um gol na Série A, feito no triunfo de 3 a 2 sobre o Santos, no Maracanã, na abertura do certame, inicialmente, tem previsão de retornar em agosto, mas, segundo informações de bastidores, caso mantenha a rápida recuperação, pode abreviar essa volta para o próximo dia 26, em Quito, no jogo de volta da Sul-Americana.

Publicidade

A partida contra a Chapecoense marca o retorno do #Fluminense ao estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito de Mesquita, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro. Os ingressos para esse jogo começaram a ser vendidos na última sexta. Ao todo, foram disponibilizados 12 mil entradas e a expectativa da diretoria é de um público de oito mil a dez mil pessoas.

Com os resultados de domingo, o Fluminense, somando 15 pontos, caiu para o nono lugar do Brasileirão, mas, se conseguir uma vitória sobre a Chapecoense, algo inédito na história do certame (em seis jogos, foram cinco derrotas e um empate), a agremiação das Laranjeiras dá um importante salto para a sexta colocação, entrando no grupo daqueles que, em 2018, estariam na Taça Libertadores da América. #PaixãoPorFutebol