Publicidade
Publicidade

O bom momento do #Corinthians nesta temporada fez com que o presidente Roberto de Andrade comparecesse na entrevista coletiva realizada na última terça-feira (11). Naquela oportunidade, o Timão ainda se preparava para enfrentar o Palmeiras, em partida válida pela rodada 13 do #Campeonato Brasileiro. Esse jogo aconteceu na última quarta-feira (12), e alvinegro derrotou o Verdão por 2 a 0.

Ciente que o Timão passa por um momento financeiro complicado, Roberto de Andrade demostra total confiança no trabalho apresentado pelo técnico Fábio Carille, que deve ter seu vínculo contratual estendido. Além de falar sobre possíveis novos patrocinadores para o clube, o mandatário corintiano também comentou sobre a possibilidade de perder e de contratar jogadores.

Publicidade

"No momento estamos mantendo conversas com duas empresas, estou torcendo para que tudo termine bem e que possamos entrar em acordo com uma delas", argumentou o presidente do alvinegro paulista, que até então segue sem um patrocinador master, pois o vínculo com a Caixa Econômica Federal foi encerrado em abril deste ano. O clube trabalha forte na busca por um patrocinador, já que o dinheiro será bem-vindo para quitar dívidas e até mesmo garantir a permanência de jogadores.

O mandatário do Corinthians revelou que está praticamente descartada a possibilidade do clube negociar a saída de atletas no meio da temporada, pois o objetivo da equipe de Fábio Carille é a conquista do Brasileirão. Por esse motivo, Roberto de Andrade afirma que não há propostas oficiais que possam tirar a dupla do Timão Balbuena e Guilherme Arana, nomes mais cogitados no mercado da Europa.

Publicidade

Em relação a reforços, a diretoria corintiana segue muito confiante em relação a contratação em definitivo do zagueiro Pablo, que pertence ao Bordeaux, da França, e está emprestado para o alvinegro. Apesar de todo esse entusiasmo, o cartola do Timão não revelou qual é o detalhe que atrapalha o anúncio definitivo do atleta. "Quando tudo estiver acertado, eu explico o que faltava", afirmou.

O dirigente estava acompanhado por seus aliados Alessandro Nunes e Flávio Adauto. A direção do clube paulista afirmou que não vai facilitar a saída de seus atletas, já que a intenção é segurar esse elenco até pelo menos o final do Campeonato Brasileiro.

"Tudo pode acontecer no mundo do #Futebol, pois os jogadores têm uma multa contratual. Se ela for paga o atleta terá que ser negociado. Mas se vierem achando que poderão tirar um jogador por outro meio, isso não vai acontecer. Se for para ser negociado, nossa intenção é só liberar o atleta no final do ano", finalizou Roberto de Andrade, que ficará no Corinthians até o fim do ano.