Como uma grande loja, as vendas no São Paulo não param. Neste sábado, foi a vez da diretoria tricolor fechar a ida do zagueiro Rodrigo Caio para o Zenit da Rússia. O valor da venda foi de 18 milhões de euros (R$ 67,3 milhões) pagos à vista. A venda gerou revolta nos torcedores que acreditaram na palavra do presidente Carlos Augusto de Barros Silva e de sua diretoria que afirmavam que não venderiam mais nenhum atleta.

Aos 23 anos, #Rodrigo Caio já conta com várias passagens por seleções nas categorias sub-20, sub-21 e sub-23, além da seleção principal, onde vem sendo convocado com frequência pelo técnico Tite.

No final de 2016, os russos do Zenit tentaram contratar o zagueiro são-paulino e ofereceram 14 milhões de euros, porém a oferta foi recusada pela diretoria tricolor que esperava lucrar mais com o jogador.

Publicidade
Publicidade

Em março deste ano, a diretoria chegou a renovar o contrato de Rodrigo Caio até 2021, passando a ganhar cerca de R$ 400 mil.

Torcida vai à loucura nas redes sociais

Inconformada com mais uma perda, assim que tomaram conhecimento do negócio envolvendo Rodrigo Caio, milhares de são-paulinos demonstraram irritação com presidente #Leco nas redes sociais. Além de ofensas, muitos se lamentaram pelo verdadeiro balcão de negócios que um dos maiores clubes do Brasil e da América se tornou nessa gestão. A preocupação com o rebaixamento também é grande. “Depois dessa venda, tenho certeza, o São Paulo será rebaixado”, afirmou um torcedor em uma rede social. “A partir de agora, é deixar de ir ao estádio enquanto o Leco não for retirado do cargo”, esbravejou outro. "De que adianta ter o CT de Cotia se os garotos da base são vendidos antes mesmo de virarem titular?", questionou outro.

Publicidade

Comentaristas acreditam em um grande risco de rebaixamento

Praticamente todos os comentaristas esportivos avaliam que é impossível segurar um jogador quando a proposta é boa, mas esses mesmos afirmam que o São Paulo exagerou na dose e o preço pode ser caro, pois mesmo que alguns reforços ainda cheguem, até ocorrer o entrosamento necessário, pode ser tarde.

Caso o time, todo esfacelado, seja rebaixado, as perdas em receita no ano que vem serão gigantescas. Sem contar a vergonha que sua torcida passará diante das gozações dos rivais.

Cueva também pode sair

Como na gestão de Leco o lema parece ser vender, o meia peruano Cueva pode ser o próximo a abandonar o clube. Existem propostas da Europa e o empresário do jogador já deu sinais de que quer sua saída do time do Morumbi.

Saídas e mais saídas

Ainda estamos no começo de julho, mas o São Paulo já se desfez de mais de um time inteiro de jogadores. Saíram: David Neres, Luiz Araújo, Thiago Mendes, Breno, Maicon, Lyanco, Luisão, Galván, Lucão, João Schmidt, Wellington, Chavez, Neilton e Rodrigo Caio.

Alguns jogadores chegaram nesse período, porém somente Jucilei e Pratto vem correspondendo às expectativas. #São Paulo FC