#Vasco e #Flamengo vão voltar a jogar em São Januário mais uma vez em sua história, no sábado (9). Situação pouco comum no decorrer do confronto, isso porque os dois normalmente se enfrentam no Maracanã, mas como o estádio está fechado, a partida será com mando de campo, na casa do Vasco.

O retrospecto por lá é favorável para o Cruz-maltino, que não perde o ''clássico dos milhões'', atuando em São Januário, desde 21 de janeiro de 1973, são 44 anos de invencibilidade. A partida foi um amistoso, e o Rubro-negro venceu por 1 a 0, com gol de falta de Paulo César Caju. O último jogo oficial vencido pelo Flamengo no estádio faz ainda mais tempo, ocorreu em 1966, chegando em 51 anos de jejum.

Publicidade
Publicidade

Desde a última derrota do Vasco, os dois se encontraram mais cinco vezes no estádio, com três vitórias para o dono da casa, além de dois empates. No total, as equipes atuaram no campo por 35 vezes, foram 16 vitórias cruz-maltinas, dez do Flamengo e nove empates.

A última vez que aconteceu o clássico em São Januário foi na temporada passada, pelo Estadual. Na ocasião, o Vasco se saiu melhor, vencendo o jogo por 1 a 0. O curioso disso, é que o gol foi marcado por Rafael Vaz, atleta que hoje defende as cores do Flamengo.

Fora ele, o Rubro-negro tem em seu elenco mais dois jogadores, os quais já atuaram do outro lado, são eles: Dario Conca e Rômulo. O segundo venceu a Copa do Brasil pelo Vasco, em 2011. Atuando pelo Gigante da Colina, podemos destacar apenas o lateral Ramon, que já vestiu a camisa do Flamengo.

Publicidade

Importância da partida

Os dois times estão próximos na tabela, brigando por vaga no G4 da competição. O Flamengo está na frente, segue na terceira colocação com 20 pontos, quatro na frente do Vasco, que está na sexta posição. Caso o Rubro-negra vença, abrirá uma boa vantagem do rival. No entanto, se o Cruz-maltino ganhar, vai colar no grupo da frente.

Tanto o Vasco quanto o Flamengo podem ter estreias no confronto de sábado. O mais certo de acontecer é Bruno Paulista, que vem treinando desde o início do ano com o grupo, e com a suspensão de Douglas, deve a assumir a vaga de segundo volante na equipe cruz-maltina.

Não atuou até agora, pois teve problema na negociação com o clube. Outro é o lateral Ramon, apresentado junto com Bruno, na terça-feira (4), e que estará à disposição de Milton Mendes para jogar, mas deve do começar no banco. Do lado do Flamengo, há chance do meia Geuvânio fazer seu primeiro jogo com a camisa Rubro-negra, caso a diretoria consiga sua regularização a tempo. #ClássicodosMilhões