Publicidade
Publicidade

A notícia da morte de João Pedro, filho mais novo do técnico #Abel Braga, surgida no início da tarde deste sábado, abalou os torcedores do #Fluminense. Através das redes sociais, a Bravo 52, uma das organizadas do Tricolor, estão organizando uma campanha, pedindo o comparecimento do público na sede das Laranjeiras no domingo, a partir das 10h (de Brasília), para realizar um ato de oração, pedindo forças ao comandante nesse momento tão difícil de sua vida particular.

João Pedro tinha 19 anos e, depois de sofrer um ataque epiléptico, caiu da janela da cobertura do apartamento da família, localizado no bairro do Leblon, zona sul do Rio de Janeiro.

Publicidade

Simultaneamente à tragédia, Abel comandava um treinamento no CT Pedro Antônio, visando a partida que o Fluminense iria realizar no domingo, a partir das 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas, interior do estado de São Paulo, contra a Ponte Preta, válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do acontecimento, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) remarcou o confronto para o próximo dia 09 de agosto, no mesmo local, em horário a ser confirmado na segunda que vem, em reunião na sede da entidade.

Tão logo veio a informação da morte do filho de Abel, torcedores do Fluminense [VIDEO], pelo Twitter, Instagram e Facebook, não pouparam demonstrações de carinho, tentando dar um afago naquele que, além de dois títulos cariocas (2005 e 2012) e um brasileiro (2012), ganhou o reconhecimento por ter abraçado o clube, pelo qual é torcedor assumido e iniciou a sua carreira ainda como jogador, nesse momento de reconstrução.

Publicidade

Bastante querido dentro do futebol brasileiro, o treinador também recebeu mensagens de apoio por parte de outras grandes agremiações nacionais, como o Internacional, equipe que dirigiu nas conquistas da Taça Libertadores e do Mundial de Clubes, ambas em 2006, o Botafogo, o São Paulo e o Corinthians.

Sendo assim, o Fluminense, 12º colocado com 21 pontos, ganha uma folga inesperada na tabela e só voltará a campo na próxima quarta, encarando, às 19h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife, capital de Pernambuco, o Sport. Com o adiamento do compromisso do final de semana, o lateral-esquerdo Léo, que iria cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo, não terá condições de viajar ao Nordeste, cedendo lugar a Marlon, atleta também da função, trazido, há cerca de duas semanas, junto ao Criciúma. #PaixãoPorFutebol