O Vasco da Gama ganhou um importante reforço em seu caixa. De acordo com informações publicadas pelo site Globo Esporte, o Cruz-Maltino acertou a venda do volante Douglas para o Manchester City por 13 milhões de euros, cerca de R$ 49 milhões. O clube carioca era dono de 100% dos direitos federativos do atleta.

A rescisão do contrato do jogador, inclusive, já foi publicada no Boletim Informativo Diário da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e ele não viajou para Salvador, onde nesta quarta-feira (12), o time encara o Vitória pela 13º rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda segundo a reportagem, Douglas não iria diretamente para o time de Pepe Guardiola.

Publicidade
Publicidade

Ele seria repassado para o Girona, uma espécie de filial dos Citizens na Espanha.

Douglas já vinha sendo monitorado pelos ingleses desde o Sul-Americano Sub 20 e foi observado de perto por olheiros no jogo diante do Atlético Goianiense. A diretoria do #Vasco negou que estivesse negociando o atleta e justificou a rescisão do contrato alegando que um novo acordo será feito.

No entanto, no final de maio, ele já havia feito uma renovação válida até 2021. Quando a sua ausência no jogo contra o Vitória, o técnico Milton Mendes disse que ele não foi relacionado por conta de dores no tornozelo.

Arena da Amazônia

Com a iminente interdição de São Januário por conta das brigas ocorridas no clássico contra o Flamengo, no último sábado (8), o Vasco terá que procurar outro estádio para mandar seus jogos.

Publicidade

O secretário estadual de Esportes do Amazonas, Fabrício Lima, ofereceu a Arena da Amazônia, palco de quatro jogos da última Copa do Mundo, para que o Gigante da Colina mande suas partidas.

A diretoria, no entanto, ainda espera a resposta de um recurso e o julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva para tomar um posicionamento nesta questão. No entanto, mesmo que o Vasco aceite esta possibilidade, o clube esbarraria em uma determinação da CBF, em acordo com diversos clubes, que proibiu times das séries A e B de mandem jogos fora de seu estado de origem. Assim, os dirigentes teriam que encontrar uma forma de contornar essa proibição.

A Arena da Amazônia é um palco que trás boas vibrações ao Vasco. Desde sua inauguração, o clube fez cinco jogos oficiais, sendo dois clássicos, contra Flamengo e Fluminense, vencendo por 2 a 0 e 1 a 0, respectivamente. Também jogou contra Resende, pela Copa do Brasil, e Oeste de Itápolis, pela Série B de 2014, empatando os dois jogos, além de uma vitória contra o Londrina pela Série B do ano passado. #Mercado da bola #Brasileirão