O #Vasco da Gama pode ter um alívio financeiro ainda está semana e isso pode garantir um restante de temporada mais leve ao clube, que deverá sofrer severas punições por conta do acontecido em São Januário, no último sábado (8).

O Vasco vai enfrentar o Vitória, da Bahia, nesta quarta-feira (12), em Salvador, e para o jogo, que é decisivo para o cruzmaltino, que ainda almeja voltar ao G6 e se manter na zona de classificação para a Libertadores, não contará mais com o #Futebol do meio-campista Douglas Luiz, que até o momento é um dos destaques da equipe.

Negociação de Douglas Luiz

Após um final de semana conturbado, por causa da barbárie que aconteceu em São Januário no sábado, no jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco vê um pequeno sinal de melhora, quase que imediatamente.

Publicidade
Publicidade

Isso deve-se a negociação de venda para o Manchester City do meia Douglas Luiz.

O meio campo de apenas 19 anos é cria da base do Vasco da Gama e fruto de um trabalho que vem sendo feito há alguns anos, onde os jogadores das divisões de base do clube, além de treinarem e participarem de todas as formações da base, ainda têm acesso à escola e alojamento, para jogadores oriundos de outras cidades. O trabalho feito pelo clube tem gerado frutos e um grande exemplo disso é o meia ofensivo Philippe Coutinho.

O jogador Douglas Luiz, segundo o site de notícias Globo Esportes, foi vendido ao Manchester City por 13 milhões de euros (quase R$ 49 milhões). A rescisão de contrato com o jogador já foi publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A princípio o presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, e a assessoria de impressa do jogador negam que tenha alguma negociação em curso, mas o principal dirigente e o olheiro sul-americano do clube inglês tem acompanhado o jogador de perto em várias ocasiões.

Publicidade

Contratação

Nesta segunda-feira (10), o Vasco confirmou a contratação do atacante Andrés Rios, que estava apalavrado com o Botafogo. A contratação do jogador acirrou a rivalidade entre os dois times, já que no final de semana passado o Botafogo contratou o meio-campo Léo Valencia, que era um dos principais alvos do Vasco.

O Cruzmaltino chegou a oferecer um salário de R$ 200 mil mensais, considerada uma boa proposta, já que o meia recebia em seu ultimo contrato R$ 45 mil. Léo preferiu o Botafogo pelo fato de estar disputando a Libertadores, diferente do Vasco da Gama, que tem apenas o Campeonato Brasileiro para disputar.