Nesta quarta-feira (19), os palmeirenses se sobressaltaram ao ver anunciado o nome de #Jailson como goleiro titular do jogo contra o Flamengo na Arena da Ilha pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao que foi dito à imprensa, até mesmo o goleiro Jailson foi avisado de última hora.

O jogo foi difícil, com muitas oportunidades de ambos os lados e grandes defesas efetuadas pelos dois extremos, mas Jailson se sobressaiu quando defendeu um pênalti e garantiu o ponto do empate para o Verdão. Prass, quando procurado pela imprensa, diz não poder falar sobre o "assunto interno" que fez Cuca optar por Jailson.

A história de Prass

O goleiro Fernando Prass, 1,91m, hoje camisa 01 do #Palmeiras, foi descoberto pelo Grêmio, clube em que permaneceu por mais de dez anos.

Publicidade
Publicidade

Jogou no futebol europeu pelo time português União Leiria, onde recebeu o titulo de melhor goleiro duas vezes seguidas (2006 e 2007). #Fernando Prass assumiu a defesa do gol alviverde em dezembro de 2012 para aceitar a tarefa de jogar pela série B e foi determinante na volta do clube à elite do Brasileirão em 2013, com a melhor defesa da competição. Em ambos os anos seguintes, 2014 e 2015, foi eleito o melhor goleiro no Campeonato Paulista, conquistando também em 2015 o titulo da Copa do Brasil com duas aparições especiais nas defesas dos pênaltis na semifinal e final contra o Santos FC. Em 2016 realizou o sonho de ser convocado pela Seleção Brasileira Olímpica para os jogos do Rio, mas foi frustrado devido a uma lesão no cotovelo que, inclusive, teve de operar. Ainda assim, Prass atuou no jogo que consagrou o Palmeiras Campeão Brasileiro de 2016 em cima da Chapecoense.

Publicidade

Atualmente tem 237 jogos pelo Verdão.

Jailsão da Massa

Jailsão da Massa, assim como vem sendo chamado o goleiro agora titular do Palmeiras, assumiu a responsabilidade de substituir Prass na partida contra o Flamengo. Natural de São José dos Campos, o jogador pertence ao time desde a temporada de 2014 e sua carreira não tem tamanha expressão quanto a de Prass. Jailson veio do Guaratinguetá depois de dois anos no clube e declarou ter um sonho realizado quando assinou com o Alviverde.

Jailson, camisa 14, 1,86m de altura, jogou sua primeira partida pela série A do Campeonato Brasileiro quando Prass, em 2016, foi escalado para a seleção. Depois acabou lesionado e afastado devido à operação. O atleta começou como terceiro goleiro da equipe e, devido às oportunidades recebidas nos jogos na temporada de 2016, conseguiu se firmar titular. Melhor, fez com que o Palmeiras fosse invicto na campanha do Campeonato Brasileiro nas 19 partidas em que atuou como defensor das traves, fator essencial para que o técnico o considerasse para a vaga de titular.

Publicidade

Voltou ao banco quando Prass se recuperou no início de 2017 e, mesmo participando dos treinos e obtendo bons resultados, só atuou como titular na noite desta quarta-feira, 19.

A decisão de Cuca

O técnico Cuca ainda não se pronunciou quanto à escolha do goleiro titular contra o Sport, próximo jogo do time pelo Campeonato Brasileiro, neste final de semana, mas a verdade é que Prass já era alvo de muitas críticas de torcedores devido a erros de atuação, e Jailson causou boa impressão devido às grandes defesas efetuadas no jogo de ontem contra o Flamengo.