Três times brasileiros entraram em campo nesta quarta-feira pela #Libertadores, mas só um deles passou. Jogando em casa, na sua Arena, em Porto Alegre, o #Grêmio até levou um susto do Godoy Cruz, da Argentina, ao tomar um gol no primeiro tempo, o que chegou a preocupar os mais de 38 mil gremistas presentes. Com dois gols de Pedro Rocha, no entanto, o time treinado por Renato Gaúcho virou o jogo e avançou às quartas de final.

Mesma sorte não teve Palmeiras [VIDEO] e Atlético-MG. A situação de ambos era delicada, mas reversível. O alviverde havia perdido o jogo de ida fora de casa por 1x0 para o Barcelona, de Guayaquil, do Equador, e precisava vencer por dois gols de diferença para avançar no torneio.

Publicidade
Publicidade

Como repetiu o placar do jogo como visitante, a partida foi para os pênaltis. Bruno Henrique e Edígio perderam, e o Barcelona avançou às quartas.

Já o Atlético-MG nem para as penalidades máximas conseguiu ir. A tarefa era idêntica a do #Palmeiras: no primeiro jogo, o Galo foi derrotado por 1x0 pelo Jorge Wilstermann, da Bolívia, o que o obrigava a vencer por dois gols nesta quarta-feira, em Minas Gerais. Contudo, os atleticanos abusaram dos cruzamentos na área e, sem muita inspiração, não conseguiram sair do 0x0, dando adeus ao torneio.

Mais três brasileiros ainda tentam seguir no torneio nesta quinta-feira. Um deles certamente ficará pelo caminho, já que Santos e Atlético-PR se encontram a partir das 21h45 na Vila Belmiro, em São Paulo. A vantagem santista é grande, pois, no primeiro jogo, no Paraná, o time de Levir Culpi venceu por 3x2, de modo que pode até perder este jogo de quinta por 1x0 ou 2x1.

Publicidade

O outro brasileiro ainda envolvido na maior competição de clubes da América é o Botafogo, que entra em campo a partir das 19h15. Neste horário, o Fogão recebe o Nacional do Uruguai amparado pela vantagem conquistada fora de casa, na ida, quando venceu por 1x0 com um importante gol do meio-campista João Paulo. Se avançar de fase, os cariocas farão um confronto brasileiro nas quartas contra o Grêmio.

Palmeiras cai nas penalidades máximas

"Hoje eu tenho orgulho do meu time e do que os meus jogadores correram. Eles deram o máximo", avaliou o técnico Cuca, logo depois da desclassificação nos pênaltis do Palmeiras diante do Barcelona. Precisando reverter o 1x0 sofrido no Equador, o Porco teve um primeiro tempo apático e cresceu a partir da entrada de Moisés, que fez o gol da vitória por 1x0.

Nos pênaltis, Bruno Henrique e Egídio acabaram sendo os vilões. Sem Libertadores e também sem a Copa do Brasil, já que caiu para o Cruzeiro nas quartas de final, o Palmeiras terá apenas o Brasileirão até dezembro.

Publicidade

No momento, é o 4° colocado.

Atlético-MG abusa das bolas aéreas e também cai

A torcida do Galo bem que lotou o Mineirão e tentou empurrar o time, mas saiu muito decepcionada com o desempenho do Atlético-MG. Pouco inspirado, o time mineiro insistiu nos cruzamentos na área e "consagrou" a defesa do Jorge Wilstermann, da Bolívia, que já havia vencido o jogo de ida por 1x0.

No primeiro tempo, Luan e Fred chegaram a assustar em duas cabeçadas, mas foi só. Na volta do intervalo, o técnico Rogério Micale desfez o sistema de três volantes e lançou Valdívia, que tentou dar mais movimentação ao time. Robinho e Otero também saíram do banco e foram para campo na tentativa de ajudar, que se mostrou em vão. Campeão da Libertadores de 2013, o Atlético-MG se despediu melancolicamente na edição deste ano.

River Plate e Lanús, ambos da Argentina, já estão garantidos nas quartas de final. Além dos jogos de Botafogo e Santos e Atlético-PR, San Lorenzo e Emelec disputam a última vaga às quartas nesta quinta-feira.