Publicidade
Publicidade

Passando férias no Havai, o inglês Michael #Bisping não teve tantos momentos para descansar como planejava. O lutador estava na cidade de Maui, sendo a segunda maior ilha do estado americano. Com bonitos locais, água cristalina e cachoeiras, Bisping pensou em fazer turismo, mas teve algumas complicações. Enquanto visitava uma cachoeira para mergulhar com sua família, o inglês teve seu carro arrombado.

O fato foi contado para um podcast americano e Bisping disse que o primeiro comentário veio do seu pequeno filho, que avistou as janelas esmagadas. Não acreditando, chegou mais próximo e viu de fato o que havia acontecido.

Publicidade

Todos as suas roupas e até sua carteira tinham sido levados pelo ladrão, e o campeão dos médios do UFC ficou apenas com a sua roupa de banho.

Decidindo não alugar outro carro, Michael Bisping continuou suas férias com o carro arrombado, mas se achava que teria momentos de tranquilidade, como vive no octógono do #UFC, com cinco vitórias seguidas, sendo uma por nocaute no americano Luke Rockhold, teria que mudar os pensamentos. Quando estava com o carro estacionado teve seus pertences novamente roubados.

Tempo ruim o tempo todo

Em outro dia, Bisping com sua filha e seu amigo, também lutador Kendall Grove, campeão do TUF 3 – Reality Show que revela lutadores para o UFC - decidiram se divertir com o stand up paddle. Para refrescar a mente do leitor, é aquele "pranchão" que usa um remo e a pessoa fica de pé.

Publicidade

Bisping dividindo a prancha com sua filha, estava com pouco equilíbrio e percebeu que a sua frente existia uma grande queda d'agua se aproximando. O relato do lutador diz que preferiu não avisar para sua ‘pequena’ não entrar em pânico, já que as quedas d'agua que existem por ali são de 200 a 300 metros.

O lutador pensou rápido e preferiu pular e por apenas sua filha na prancha e tentar ir nadando até o lugar mais seguro. Tentando chegar a costa, começou a entrar em pânico percebendo que não estava conseguindo, mas um bote se aproximou e acabou resolvendo as coisas para o campeão do UFC. Em entrevista, Bisping admitiu que precisava de ajuda, pois estava quase afogando, só que preferiu não demonstrar por causa do seu ego.

Em 4 de novembro, é provável que ele não precise de ajuda, pois não terá, já que enfrenta no UFC 217, o canadense Georges St-Pierre que volta ao #MMA depois de decidir parar. GSP – como é conhecido – era o atual campeão da categoria, e em Nova Iorque, no Madison Square Garden, tentará conquistar o cinturão novamente.