Publicidade
Publicidade

Surgiu na imprensa uma notícia de uma possível insatisfação do elenco vascaíno com o técnico Milton Mendes. O fato de o comandante ter um forte temperamento pode nem sempre agradar a todos e isso pode prejudicar o time na disputa do #Brasileirão. A insatisfação fez com que os atletas fizessem uma reunião para falar sobre o assunto, segundo o portal de notícias UOL.

O vice-presidente de #Futebol, Eurico Brandão Miranda, o Euriquinho, negou que o clube passa por qualquer tipo de racha interno. ''Se tivesse algum tipo de racha do nosso grupo com o treinador, claro que já teríamos tomado algum tipo de decisão. Aqui o ambiente é bom, os jogadores estão focados e todos estão fechado com o nosso técnico.

Publicidade

Quando o time perde sempre tem a busca por algum culpado. Não vemos um time desmotivado. Milton Mendes é um cara sério e muito trabalhador'', completou o dirigente vascaíno.

O técnico Milton Mendes já passou esse mesmo problema com o surgimento de algumas notícias de insatisfação de alguns atletas. No #Vasco, o que se entende é que o treinador cobra, mas, às vezes, passa do limite e isso acaba incomodando alguns jogadores.

Euriquinho ainda continuou, afirmando que com um elenco grande é normal surgir algum descontentamento: ''Eu costumo dizer que o futebol, na maioria das vezes, é uma grande mentira. Brigas são levadas a um grande patamar. Aqui temos 37 jogadores e a insatisfação é normal, sempre irá acontecer'', afirmou.

O caso que deixou uma dúvida no ar foi os empurrões que Rodrigo [VIDEO]deu em Milton Mendes, após o empate contra a Ponte Preta.

Publicidade

Quando o zagueiro Rodrigo, ex-Vasco o empurrava, os jogadores do Vasco não demonstram muita importância para o caso.

O comandante está no Vasco desde o dia 19 de março, quando foi chamado para substituir Cristóvão Borges, que acabara de ser eliminado na Copa do Brasil. Desde a sua chegada, já foi mostrando o seu temperamento. No dia 16 de abril [VIDEO], o time foi campeão da Taça Rio com o time no seu comando.

O Campeonato Carioca não veio, mas ele continuou no comando técnico da equipe para a disputa do Brasileirão. Nesse período vem fazendo uma reformulação. Por conta disso, o zagueiro Rodrigo deixou o clube carioca para atuar na Ponte Preta, assim como Nenê, que está afastado.

No ano passado, ele comandou o Santa Cruz, que começou o Brasileirão ganhando de todo mundo, mas depois o rendimento despencou e o time foi parar na zona de rebaixamento. O time pernambucano acabou perdendo para o São Paulo, após o ocorrido ele pediu demissão.