Publicidade
Publicidade

Pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira na Copa de 2002 e com passagens marcantes por Corinthians e Palmeiras, dentre outros clubes, o ex-atacante Edílson foi detido na tarde desta terça-feira (15), em Salvador, na Bahia [VIDEO], pelo não pagamento de pensão alimentícia a um de seus filhos. Ele está detido no Polinter (Polícia Interestadual), no bairro dos Barris. Ele pode ser libertado mediante ao pagamento de fiança, cujo valor não foi divulgado. As informações são do portal UOL Esporte.

Esta não é a primeira vez que o ex-jogador de 45 anos passa por este tipo de situação. Em 2014, ele também foi detido pela mesma razão e foi o ápice de um processo movido pela ex-mulher do jogador, Ivana Maturino Solon, com a qual teve um filho.

Publicidade

Em julho do ano passado, Edílson foi novamente preso após a Justiça identificar o atraso de 430 mil reais que ele deveria ter enviado ao filho. Ele ficou recolhido durante dez dias até sua defesa alegar que ele havia pago as últimas três parcelas, cada uma avaliada em 8.800 reais.

Nos últimos tempos Edílson viu seu nome envolvido em outros casos de polícia, que vão além do atraso no pagamento de pensão alimentícia. Em 2015, ele foi indiciado pela Policia Federal por lavagem de dinheiro e tráfico de influência, além de outros dos crimes. Também chegou-se a suspeitar que ele tinha ligação com um esquema de fraude em pagamento de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal. Na época, o ex-jogador negou qualquer tipo de envolvimento.

A reportagem do UOL tentou contato com um irmão, com os advogados e com o próprio ex-jogador, mas não obteve êxito em suas tentativas.

Publicidade

Outros casos

Não é apenas Edílson que tem ido parar na cadeia pelo não pagamento de pensão alimentícia. Outros jogadores, às vezes nem muito badalados, tem tido problemas com a Justiça por conta dessas questões.

O ex-volante do Corinthians, com passagens por Inter de Milão e Bayer Leverkusen e medalhista de bronze com a Seleção Brasileira nas Olímpiadas de 1996, Zé Elias ficou um mês preso em 2011 por conta de uma dívida de 25 mil reais com a ex-esposa, com quem teve dois filhos. Atualmente trabalhando como comentarista do canal ESPN Brasil, o ex-jogador disse que não conseguia dormir após a prisão e ainda fez um alerta ao jovens jogadores, lembrando que o ambiente do futebol favorece o surgimento de aproveitadores, seja homem ou mulher.

Em junho passado, lateral do Guarani Gilton foi detido por falta de pagamento de pensão enquanto estava em uma agencia do Poupatempo de Campinas tratando de sua renovação de contrato com o Bugre. #FutebolBrasileiro #Polícia Federal #PaixãoPorFutebol