A derrota na noite desta quarta-feira (2) para o Santos (mais uma) no Estádio do Pacaembu esgotou de vez a paciência, não só da torcida, mas de alguns dirigentes do Flamengo [VIDEO], que querem que o presidente Eduardo Bandeira de Mello pare de proteger o técnico Zé Ricardo e o demita imediatamente.

A saída de Zé Ricardo já tinha sido aventada há menos de dois meses, mas, na época o presidente do clube conseguiu resistir à pressão da torcida e não mudou de técnico. Porém, agora até mesmo vice-presidentes do #Flamengo querem dar um basta à sucessão de maus resultados.

Existe a possibilidade de que uma reunião seja organizada por esses vice-presidentes para questionar a situação do Flamengo e propor mudanças.

Publicidade
Publicidade

Querem a saída de Zé Ricardo

Alguns dirigentes do Flamengo não escondem mais o desejo pela saída do técnico Zé Ricardo, mas, o presidente Bandeira de Mello insiste na manutenção, o que vem irritando esses dirigentes, que gostariam de ser ouvidos.

Torcida também está revoltada

Após mais uma derrota para o Santos e agora ficar 15 pontos atrás do líder Corinthians, a torcida rubro-negra, que há muito tempo já vinha insatisfeita, tomou conta das redes sociais para pedir a saída de Zé Ricardo e também do meio-campista Marcio Araújo. Dentre as milhares de postagens, raríssimas ainda acreditam que o time poderá brigar pelo título do Brasileirão. Também há muitas críticas ao presidente do Flamengo por insistir em manter o técnico.

Muros do CT são pichados

Os muros do Centro de Treinamento Ninho do Urubu foram pichados após a derrota de ontem.

Publicidade

Os protestos chamavam o time de sem vergonha, além de pedirem as saídas de Zé Ricardo e Marcio Araújo. A diretoria não se manifestou, mas, certamente, o episódio servirá para ferver ainda mais o ambiente interno.

Elenco caro, resultados pífios

Com as contas em dia, o Flamengo fez o que há muito tempo não fazia: foi às compras e montou um elenco caro, com ótimos nomes. A esperança era que ótimos resultados viriam, entretanto, o time deu vexame na Libertadores, ao ser eliminado logo na primeira fase. Já no Brasileiro, com 15 pontos a menos que o líder, praticamente todos admitem que a missão é praticamente impossível. Restam a Copa do Brasil e Sul-Americana que, mesmo que venham, ficarão abaixo do que se planejou para 2017

Bandeira de Mello na marca do pênalti

Ninguém discute a seriedade e a competência do atual presidente do Flamengo para administrar as contas do clube, porém, os maus resultados sucessivos dentro de campo e sua teimosia em não mudar o comando técnico colocam em xeque sua capacidade de entender o mundo do futebol. Resta saber se ele aceitará ouvir os demais dirigentes ou seguirá com sua filosofia. #ZéRicardo #BandeiradeMello