Publicidade
Publicidade

Vice-líder do Campeonato Brasileiro com 39 pontos, oito a menos que o Corinthians, e ainda na briga pelos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores da América, o Grêmio pode ter uma importante baixa até o final do mês. A diretoria gremista já admite perder o meia Luan, muito assediado por clubes europeus, para poder fechar as contas do ano. De acordo com o portal Globo Esporte, o presidente Romildo Bolzan espera o envio de uma proposta oficial do Spartak de Moscou, da Rússia.

Envolvido no negócio, o camisa 7 gremista afirmou após a partida diante do Atlético Mineiro, na Arena, que não estava interessado em saber das negociações.

Publicidade

“Não sei de nada, não quero saber de nada. Quero saber do #Grêmio”, disse o jogador, já preferindo focar a partida contra o Godoy Cruz, na próxima quarta-feira (9), pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

A reportagem também revela que o filho do empresário Jair Peixoto viajou até o país europeu e que o negócio está bem encaminhado. Apesar de não ter recebido uma proposta formal, o Grêmio admitiu contato com os interlocutores do clube russo no Brasil. Segundo a Globo Esporte, o Spartak já ouviu a proposta gremista e deve enviar uma resposta no início desta semana.

O presidente gremista disse ainda que a venda de Luan é boa para o clube e também para o próprio jogador, que já foi campeão pelo clube e que é hora de seguir com sua carreira profissional. “Está na hora de realizar a carreira profissional, ir para frente.

Publicidade

É um ciclo”, disse. O valor do atleta gira em torno de 20 milhões de euros – cerca de 70 milhões de reais, sendo que 70% do montante ficará com o time gaúcho.

De saída

Encostado no elenco, o meia argentino Gastón Fernández foi emprestado para o Estudiantes, time com o qual foi campeão da Copa Libertadores de 2009, até o final do ano que vem. Pelo empréstimo, o Grêmio receberá 350 mil dólares, pouco mais de um milhão de reais.

O contrato do jogador com clube brasileiro vai até o final de seu empréstimo e assim, a partir de 2019, ele estará liberado para acertar com outro time. Ele havia chegado ao Grêmio em fevereiro, vindo do Universidad do Chile, por 500 mil dólares.

Fernández havia sido contratado pelo Grêmio para ocupar a vaga do meia Douglas, que havia rompido os ligamentos e ficaria alguns meses afastado, porém teve poucas oportunidades na equipe titular, participando de apenas 13 jogos pelo clube. Para seu lugar na Libertadores, o Grêmio inscreveu o próprio Douglas. #Brasileirão #Mercado da bola