O torcedor do Palmeiras [VIDEO] já enfrenta extrema ansiedade nesta terça-feira. Amanhã, quarta-feira (9), o Verdão entrará em campo para lutar por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América. O jogo tomou grandes proporções principalmente por causa do desempenho palmeirense no ano. No Campeonato Paulista, a eliminação para a Ponte Preta e o impedimento de jogar a decisão deixou o torcedor com a 'pulga atrás da orelha'. A consequente eliminação na Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, deixou a desconfiança ainda maior no ar.

No Campeonato Brasileiro, o clube ostenta a quarta posição. Nada mal, não é? Mas a distância para o Corinthians, atual líder da competição, é de 15 pontos.

Publicidade
Publicidade

Ou seja, são muitas rodadas para tentar alcançar e defender o título que atualmente está no Palestra Itália.

Uma vitória simples leva a decisão para os pênaltis. Já vitória por mais de dois gols garante o Alviverde nas quartas de final e 'salva' o mês, pelo menos. A conquista do bicampeonato da Libertadores é o objetivo principal da gestão do clube para o biênio.

Propostas na mesa

De acordo com o jornalista e blogueiro do Yahoo, Jorge Nicola, o #Palmeiras tem três propostas pelo atacante Miguel Borja. Nicola conversou com dirigente do clube que confirmou alguns valores. Segundo a matéria, o clube não perderia parte do dinheiro que investiu. Um dos clubes ofereceu os mesmos R$ 32 milhões gastos na chegada do atleta ante o Atlético Nacional-COL no começo do ano.

Desde que chegou, Borja vestiu a camisa palmeirense trinta vezes e marcou apenas sete gols.

Publicidade

Depois que assumiu o comando técnico, Cuca garantiu que o colombiano precisava de um tempo para se adaptar. O tempo, no entanto, já passou e o treinador viu a chegada de Deyverson, do Alavés, como uma possibilidade de 'assustar' a titularidade do jogador.

Deyverson chegou, marcou gols e mostra muito mais chances de se manter na posição. Nesta quarta, diante do Barcelona-EQU, Borja tem grande condição de começar o duelo no banco de reservas. Em 2016, ele foi Campeão da América junto com o Atlético Nacional e ganhou o prêmio de Melhor Jogador da Competição ao lado de Alejandro Guerra.

O grande medo da diretoria era de não ter mercado para recuperar parte do dinheiro. A totalidade de Borja foi bancada pela Crefisa, que decidiu acatar um pedido de ajuda do Palmeiras no negócio. Se tiver lucro, o clube fica com parte do valor e repassa o restante para a parceira. #Mercado da bola #Futebol