O Real Madrid voltou a bater o Barcelona [VIDEO] nesta quarta-feira (16), agora por 2 a 0, no Estádio Santiago Bernabéu. Diante de um adversário totalmente apático, os Merengues não encontraram dificuldades para ainda no primeiro tempo construir o placar que lhe garante a 10ª taça da competição e o segundo título em menos de dez dias, já que na última terça-feira (8), havia levado a Supercopa da Europa [VIDEO]. Veja os melhores momentos no vídeo abaixo.

O time da casa abriu o placar logo aos 3 minutos de jogo com um golaço de Asensio. Ele recebeu de Carvajal e mandou uma bomba da intermediária, sem chances para o goleiro Tes Stegen, que ficou totalmente estático no centro do gol.

Publicidade
Publicidade

O Real, que não contava com o suspenso Cristiano Ronaldo, queria mais e quase ampliou aos 32 minutos, Vasquez fez boa jogada e acertou a trave direita do goleiro catalão. Seis minutos depois, saiu o gol que definiu o resultado final.

Após fazer boa jogada, o brasileiro Marcelo fez cruzamento rasteiro na área do #Barcelona. O francês Benzema – único integrante do trio BBC no jogo -, dominou na frente de Umtiti, girou bonito e pegou a bola em um sem-pulo. Outro belo gol na capital espanhola.

Com o placar agregado em 5 a 1, uma vez que havia vencido na ida por 3 a 1, os comandados do técnico Zidane apenas administraram a vantagem na segunda etapa. A pressão até que diminuiu e o Barcelona, raramente assustava, apesar das duas bolas na trave. Uma batida por Messi aos 6 minutos e outra por Suárez, após rebote do goleiro Navas.

Publicidade

O que vem pela frente

Os times agora voltam suas atenções para a disputa do Campeonato Espanhol, que começa no próximo final de semana.

O Barcelona joga domingo (20), às 15h15, contra o Betis. Um pouco mais tarde, às 17 horas, será a vez do Real Madrid encarar, fora de casa, o Deportivo La Coruña.

Paulinho

Contratação muito questionada pelos torcedores do Barcelona, o brasileiro Paulinho será apresentado pelo Barcelona nesta quinta-feira (17), após passar por exames médicos e assinar contrato. O time catalão estipulou uma multa rescisória em 120 milhões de euros (R$ 453 milhões), três vezes o valor pago para tirá-lo do futebol da China. Ele é a quarta maior contratação da história do clube, somente atrás de Neymar, Suárez e Ibrahimovic.

As críticas em cima da nova contratação irritou ao treinador Ernesto Valverde, que afirmou que é preciso primeiro chegar ao clube e jogar antes de fazer qualquer tipo de avaliação. “Vamos esperar que esteja aqui e fazer as avaliações”, disse. #Futebol Internacional #PaixãoPorFutebol