Publicidade
Publicidade

Tudo já estaria de acordo para a chegada de Reinaldo Rueda, técnico colombiano de 60 anos, ao Flamengo [VIDEO]. O ex-técnico do Atlético Nacional, da #Colômbia, já tem um acordo verbal com as diretrizes do clube carioca e só falta analisar alguns detalhes de seu contrato, que deverá se estender até o final de 2018. De acordo com o site do Globo Esporte, o treinador teria tido contato com dirigentes do #Flamengo em Cali, onde vive, para determinar as condições para assinar com o clube.

O contrato teria uma cláusula que iria facilitar sua saída em caso de receber uma oferta da seleção da Colômbia. Para ser o novo comandante do elenco do Flamengo, Rueda [VIDEO] deve ser acompanhado por Bernardo Redín, como seu assistente, e Carlos Eduardo Velasco, preparador físico.

Publicidade

Vale lembrar que o Flamengo conta em seu elenco com os colombianos Orlando Berrío e Gustavo Cuéllar, jogadores que foram comandados por Rueda no Atlético Nacional. Caso feche com a equipe rubro-negra, Reinaldo Rueda será o segundo treinador colombiano a dirigir um clube brasileiro, após a passagem de Juan Carlos Osorio pelo São Paulo.

Perfil

Reinaldo Rueda, técnico colombiano, nasceu em Cali e tem 60 anos. Em sua já extensa carreira, que se iniciou em 1992 no comando da Seleção sub-20 da Colômbia, o treinador passou pelas equipes do Cortuluá-COL, Deportivo Cali-COL, Independiente Medellín-COL e Atlético Nacional-COL, além de comandar as seleções principais de Equador e Honduras.

A grande conquista do treinador aconteceu na temporada de 2016, quando levou o Atlético Nacional até a conquista da Copa Bridgestone Libertadores da América.

Publicidade

Pelo mesmo clube, ele também levou os campeonatos colombianos Clausura (2015), Apertura (2017), a Superliga Colombiana (2016), além da Recopa Sul-Americana (2017).

Mas não são estes os únicos trunfos de Rueda. Durante sua passagem pela Seleção de Honduras, entre os anos de 2007 e 2010, o técnico conseguiu levar os hondurenhos à classificação para a Copa do Mundo de 2010, após 28 anos da participação do país na Copa (1982). O grande feito lhe rendeu até mesmo a cidadania hondurenha, dada a sua importância.

O treinador colombiano também dirigiu a Seleção Equatoriana entre os anos de 2010 e 2016, fazendo com que a seleção se classificasse para a Copa do Mundo de 2014.

Como conquistas individuais, Reinaldo Rueda foi considerado o Melhor Treinador da Colômbia em 2015 pelo jornal El País, Treinador Sul-Americano do Ano em 2016 também pelo El País, Melhor Treinador da América em 2016 pela CONMEBOL, além de ser escolhido para a Seleção da Copa Libertadores da América de 2016.