Publicidade
Publicidade

Mesmo com a eliminação precoce na Copa Libertadores da América e a campanha abaixo do esperado no Campeonato Brasileiro, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, sempre foi um ferrenho defensor do técnico Zé Ricardo. Apesar de toda a pressão de torcedores e parte da diretoria, o mandatário, juntamente com o diretor executivo Rodrigo Caetano, sempre deixou claro que não pensava em mudança no comando técnico, mas, após o tropeço diante do Vitória, na Arena do Urubu, neste domingo (6), a queda do treinador foi inevitável, [VIDEO] mesmo ainda contra a vontade de Bandeira.

Segundo o portal Globo Esporte, após o péssimo resultado na Ilha do Urubu, Rodrigo Caetano teria mudado de pensamento e convencido o presidente a por fim à passagem do treinador no time profissional do #Flamengo.

Publicidade

A demissão se deu por volta das 21 horas, após uma reunião na casa de Bandeira de Mello.

Em um evento sobre gestão de futebol, realizado na última quinta-feira (3), em São Paulo, o presidente foi questionado a respeito da situação de Zé Ricardo e se mostrou contra a alta rotatividade de técnicos. “'Hoje tenho claro que a alta rotatividade de treinadores não é benéfica”, disse na ocasião.

Após o jogo contra o Vitória, o único a dar entrevista foi justamente Zé Ricardo. Bastante abatido, ele admitiu que a equipe não fez um grande jogo e já pensava na próxima partida. Durante a tarde, CEO do clube, Fred Luz, deu um recado extraoficial assegurando que o treinador seguiria trabalhando. No entanto, o silêncio do alto escalão do clube fazia a informação ser questionável.

Zé Ricardo assumiu o Flamengo no ano passado no lugar de Muricy Ramalho, que deixou o clube por conta de problemas de saúde.

Publicidade

Em seu primeiro ano, o treinador conseguiu fazer boa campanha e brigar com o Palmeiras pelo título do Campeonato Brasileiro até as últimas rodadas.

Para este ano, a expectativa era de grandes conquistas, ainda mais com as grandes contratações que chegaram ao logo da temporada. Porém, no lugar do bom futebol, vieram a eliminação precoce na Libertadores e também os maus resultados no atual #Brasileirão, o que fez o Rubro-Negro terminar o primeiro turno 18 pontos atrás do líder Corinthians.

Ex-treinador agradece

Os nomes mais cotados para assumir o lugar de Zé Ricardo é o de Roger Marchado, que estava no Atlético Mineiro, e Jorginho, demitido semana passada do Bahia.

Nesta segunda-feira (7), Zé Ricardo se manifestou pela primeira vez após sua demissão do Flamengo. Em um comunicado, ele agradeceu a oportunidade dada para treinar o clube, os jogadores e aos torcedores. #Ze Ricardo