Publicidade
Publicidade

O #Santos sofreu uma baixa em sua categoria de base. Após ter seu vínculo encerrado no início desta semana, o lateral-direito Igor Vinicius não teve seu contrato renovado e deverá deixar o clube [VIDEO]. Ele estava no Peixe desde 2010 e disputava o Campeonato Paulista Sub 20, tendo feito dois jogos pelo time profissional, ainda na época do técnico Dorival Júnior.

No final de semana passado, ele esteve em campo pelo Paulista Sub 20, na derrota do time por 1 a 0 para o Taboão da Serra. Após o jogo, ele se despediu de seus companheiros e, de acordo com seu empresário, ainda não tem seu futuro definido. Ainda de acordo com o agente, o jogador tem proposta de um time do Brasil e de outro da Alemanha.

Publicidade

Igor jogou as duas partidas contra o Santos do Amapá pela Copa do Brasil. Na primeira delas, quando o time paulista viajou para o Norte do Brasil apenas com jogadores reservas e por 1 a 1 e depois na partida de volta, quando na Vila Belmiro o time venceu seu xará por 3 a 0.

O Santos volta a jogar pelo Campeonato Paulista Sub 20 no próximo domingo (6), quando vai até o ABC encarar o São Caetano no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. O Peixe divide a terceira colocação com a Portuguesa, com 19 pontos em 11 partidas disputadas.

Denunciado por vídeo que não apareceu

O jogo entre Santos e Flamengo da semana passada, pelas quartas de final da Copa do Brasil, ainda continua rendendo assunto e ao que parece o feitiço virou contra o feiticeiro. Modesto Roma Júnior, presidente do Santos, foi denunciado pela procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva por conda de não ter apresentado uma gravação a qual dizia ter posse, onde acusava o repórter da Rede Globo Éric Faria de ter conversado com a arbitragem durante a referia partida.

Publicidade

Em pauta na Terceira Comissão Disciplinar, o caso será julgado no próximo dia 8. Ele responderá com base no artigo 258, que trata de atitudes desrespeitosas contra a arbitragem, e também no artigo 191 por declarações que questionam a lisura da Copa do Brasil. A pena para essas infrações podem chegar até 180 dias de suspensão para o presidente e multa que varia entre 100 e 100 mil reais.

Problemas extracampo à parte, o Santos volta suas atenções para o jogo do próximo domingo, que fecha o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, quando irá até Florianópolis encarar o Avaí, às 19 horas, na Ressacada. O Peixe é o terceiro colocado com 34 pontos, dois a menos que o vice-líder Grêmio. #FutebolBrasileiro #Mercado da bola