O #sport vem fazendo uma boa campanha no #Brasileirão, fazendo com que a marca do clube fique cada vez mais valiosa e interessantes para patrocinadores. Mesmo lançando camisas que agradaram o torcedor, o acordo com a Adidas, fornecedora de materiais esportivos, não deve acontecer.

A Adidas deve ser coisa do passado para o Rubro-Negro a partir de 2018. O clube de Pernambuco está conversando com duas empresas, uma é a italiana Kappa e a é a norte-americana Under Armour.

O site SuperEsportes afirmou que o Sport está analisando, mas tem uma tendência ao acerto com a Under Armour. Mesmo assim, ainda tem propostas de outras marcas.

Publicidade
Publicidade

Por isso, o clube está analisando todas as possibilidades.

Se dependesse somente da Adidas, o acordo entre ambas as partes já estaria selado. Porém, isso não deve acontecer devido a alguns problemas ocorridos recentemente. Um dos grandes problemas é que as camisas oficiais do clube acabaram caindo na internet antes do lançamento oficial, isso deixou a relação azedada.

As duas novas propostas agradaram o Leão, mas existe uma diferença básica entre as duas. Ainda de acordo com a publicação, na proposta feita pela Kappa, os valores chegariam perto do número recebido da Caixa Econômica Federal. Porém, a Under Armour fez uma menor, mas a diretoria [VIDEO]já tem um longo desejo em trabalhar com a empresa.

Hoje, o São Paulo é uma das equipes que tem a empresa americana [VIDEO]como fornecedora.

Publicidade

Com mais investimentos no Brasil, a tendência é que haja realmente um acordo entre o Rubro-Negro pernambucano e a empresa.

O Sport tem como um dos seus grandes objetivos nesta temporada chegar na Libertadores. Participar da maior competição da América do Sul fará com que a marca do clube ganhe mais força e aumente os ganhos com novos patrocinadores.

Além disso, com uma série de bons jogadores, como André, Diego Souza, Rithely e Osvaldo, atletas que seriam titulares em uma grande maioria de clubes brasileiros, há um aumento de exposição, proporcionando maior lucro para a equipe.

Para conseguir tal feito, nesse segundo turno, o time do técnico Luxemburgo tem que ganhar mais de 60% dos pontos disputados, para garantir a equipe na próxima edição continental. Além dessa competição, o Sport joga a Copa Sul-Americana, sendo mais uma possibilidade de titulo e também uma grande chance de chegar a próxima Libertadores.

O adversário da Sula é a Ponte Preta, time enjoado que promete dificultar a vida do time pernambucano. #Futebol