Imagine um time perder duas vezes em casa no #Futebol brasileiro. Com certeza, a primeira consequência seria a queda no número de torcedores na partida seguinte. Porém, isso não acontece com o #Botafogo. O clube carioca vem de duas derrotas seguidas, uma para o São Paulo, por 3 a 4, e a outra para o Palmeiras, por 1 a 2, mesmo assim a torcida pode quebrar um novo recorde de torcida no Estádio Nilton Santos.

Até o momento mais de 30 mil ingressos já foram garantidos para o confronto da próxima quinta-feira (10), quando o alvinegro enfrentará o Nacional em busca de uma vaga nas quartas de finais da Libertadores.

O número máximo de torcedores que foi até o Estádio Nilton Santos na temporada foi de 34 mil, no duelo contra o Colo-Colo, ainda pelas pré-Libertadores.

Publicidade
Publicidade

Como já foram vendidos mais de 30 mil ingressos e as vendas nas bilheterias só devem começar na segunda-feira (7), a expectativas é de recorde de público.

Essa partida é uma das mais importantes dos últimos anos para o clube carioca. Depois de sofrer na segunda divisão em 2015, o alvinegro voltou com toda a força e pode ser mais uma equipe a se classificar para as quartas de finais e uma das poucas que ainda disputa a Copa do Brasil.

Vale lembrar que no primeiro jogo o alvinegro foi até Montevidéu e venceu o time da casa por 1 a 0, com gol de João Paulo. O resultado obriga os uruguaios a partirem para cima e buscarem o resultado, deixando o time comandado por Jair Ventura confortável, já que gosta de ser atacada e a sua principal arma é o contra-ataque.

Para essa partida o Botafogo [VIDEO]precisa muito do apoio do seu torcedor.

Publicidade

O time do Nacional é tricampeão da Libertadores e sabe passar por esses momentos que precisa reverter o placar. O importante é não tomar gols nos primeiros minutos. Isso irá fazer com que os uruguaios se sintam pressionados pela busca do resultado e partam para cima, deixando assim espaço lá atrás para os atacantes botafoguenses fazerem a festa.

O time adversário já eliminou no ano passado dois clubes brasileiros: o Corinthians, que era comandado por Tite, e logo em seguida foi a vez do Palmeiras, que deu adeus a competição. Isso mostra o poder do time adversário. Mesmo não tendo uma equipe com tantos bons jogadores como tinha no passado, o Nacional promete fazer pressão novamente.

O mês de agosto é cheio de decisões para o Botafogo. No dia 9, tem o jogo contra o Nacional [VIDEO]e já no próximo dia 16, tem o duelo contra o Flamengo, em partida válida pelas semifinal da Copa do Brasil. #Brasileirão