O #Vasco da Gama perdeu mais uma partida pela atual edição do campeonato brasileiro [VIDEO], desta vez para o Cruzeiro, pelo placar elástico e vergonhoso de 3x0. Vale lembrar que essa já é a segunda derrota da equipe [VIDEO] na mesma semana, sendo a primeira para o Atlético paranaense, na segunda-feira (31), pelo placar de 1x0, em um jogo que o Vasco teve pontos positivos, mas a insegurança e desorganização pesaram mais, e culminou na derrota dos cruzmaltinos.

Perder para o Cruzeiro, no estádio Raulino de Oliveira, não expôs o Vasco da Gama apenas a vergonha de perder por um placar elástico, para um adversário considerado do mesmo nível, expôs o clube também a falhas técnicas e de planejamento, já que a equipe mostrou que não tem peças de substituição no mesmo nível dos jogadores titulares, que o técnico não tem planos para o caso de sair perdendo no placar.

Publicidade
Publicidade

No início do ano, o presidente do Vasco da Gama, o senhor Eurico Miranda, e o filho Eurico Brandão, o Euriquinho, que é vice-presidente de #Futebol do clube carioca, prometeram, em uma longa entrevista na qual detalharam o planejamento da equipe para o restante do ano, que o Gigante da Colina iria disputar as primeiras posições do Campeonato Brasileiro, e que entraria como favorito em todas as competições que disputasse. Mas não é bem isso que estamos vendo nos últimos jogos do clube.

Sem reação e em busca de uma solução

O Vasco de Milton Mendes tem um estilo de jogo que já é conhecido por todos os adversários. A equipe sempre entra com a proposta de se defender e explorar os contra-ataques. Até que a proposta funciona em alguns casos, principalmente quando o adversário que estiver enfrentando tiver como proposta propor o jogo.

Publicidade

Desta maneira, o Vasco da Gama se sai bem, e até conseguiu vencer alguns jogos assim, mas quando a equipe inicia perdendo o jogo, observa-se uma grande dificuldade em reagir.

Este problema está ligado diretamente com a maneira que o técnico Milton Mendes arma a equipe, já que o mesmo, desde o início do ano, acredita que a solução para os problemas técnicos do Vasco é jogar na defensiva. Porém, quando está atrás no placar, a equipe, por seu nível técnico de jogadores, mostra-se desorganizada e sem força, e até mesmo desorientada diante de times que têm uma defesa bem formada.

Solução do treinador

O técnico Milton Mendes acredita que a nova solução para o sistema defensivo do Vasco da Gama seja a reestreia do zagueiro Anderson Martins, que foi contratado na última janela de transferências. O jogador já atuou pelo Vasco, onde é ídolo da torcida, mas diz que não se sente confiante para estrear já no próximo jogo, que será contra a Ponte Preta. O jogador chega com status de titular e novo xerife da Zaha do Vascão, e é de grande nível técnico.

Publicidade

Comentários contundentes

O técnico cruzmaltino também fez alguns comentários a respeito do caso Nenê. O jogador está afastado das atividades desde o jogo contra o São Paulo, quando pediu parar não ser relacionado e não participou mais das atividades da equipe, alegando que tinha propostas de outras equipes, propostas essas que não chegaram.

Com as seguidas derrotas, os torcedores cobram a escalação do meia, mas o técnico fez um declaração que deixou os vascaínos com uma pulga atrás da orelha: "O torcedor não sabe de muitas coisas, ele que pediu parar não ser relacionado, ele que sabe", findando assim sua entrevista.