O #Vasco terá uma semana para se preparar para o grande confronto do final se semana, que será contra o #Corinthians, no estádio de Itaquera. O Vasco vem em um ótimo momento, com duas vitórias seguidas e na cola do G6 [VIDEO]. Com a troca de comando, o time vive outro clima e pode conseguir um bom resultado em São Paulo.

Para azar dos corintianos e sorte dos vascaínos, o clube paulista vive um momento de turbulência. Com três derrotas em quatro jogos disputados no segundo turno, o time, que outrora estava ganhando de todo mundo, hoje está perdendo para todos. No último confronto entre os dois times, Luís Fabiano foi o grande nome vascaíno, marcando dois gols, mas não impediu a vitória do clube paulista, que fez 5 a 2 e foi para a ponta do Brasileirão.

Publicidade
Publicidade

Mas, quando o Vasco perdeu para o Corinthians no primeiro turno, também vinha em uma série de bons jogos em casa e com a confiança em alta. Por isso, é bom aproveitar os pontos fracos do Timão e assim tentar mais três pontos, que colocariam o Cruzmaltino na zona de classificação da Libertadores [VIDEO] e praticamente deixaria a briga para não cair para a segunda divisão.

Uma das grandes novidades que esse jogo pode ter é a volta de Luís Fabiano. O jogador, que adora atuar contra o Corinthians, está se recuperando de uma lesão no joelho e pode entrar em campo no próximo domingo (17). O grande problema é que, desde a sua chegada ao Vasco, o camisa 9 raramente se recupera no prazo previsto.

Mas, o time de Fábio Carille também terá desfalques e isso vai prejudicar o líder do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

No jogo contra o Santos, na tarde desse domingo (10), na Vila Belmiro, houve um festival de cartões amarelos, onde Clayson e Gabriel levaram o terceiro amarelo e não entram em campo na próxima rodada.

Com a metodologia de treinamento de Zé Ricardo, os jogadores conseguiram mostrar uma evolução no #Futebol. O time, que até pouco tempo estava na beira da zona do rebaixamento, hoje vive a expectativa de ir para a Libertadores. O jogo contra o Grêmio foi o grande exemplo, onde o time reconheceu as suas limitações e terminou o jogo com três pontos garantidos, impedido o time gaúcho de encostar no líder do campeonato.

Zé Ricardo tem gostado do que viu até agora e acredita que com mais treinamento pode melhorar em outros aspectos e subir o nível de produção da equipe. Sem ter pressa para formar as jogadas, o técnico vem montando um time muito mais cauteloso, esperando a hora certa de atacar o adversário e sabendo sofrer sem a bola.