A temporada ainda não está definida para o #Corinthians. Mesmo assim, o clube já começa a se planejar para 2018, pois é iminente a participação na Copa Libertadores da América, e o elenco tem que estar pronto logo no começo do ano.

Querendo alcançar bons resultados na competição continental, Fábio Carille [VIDEO] já ressaltou que quer manter pelo menos 80% do atual elenco, para manter um bom entrosamento com seus atletas. Caso atinja essa meta, o treinador argumenta que só é preciso a chegada de quatro ou cinco reforços para completar o elenco.

Vale lembrar que o Corinthians está disputando o Campeonato Brasileiro, com uma vantagem de 10 pontos para o Santos, atual segundo colocado.

Publicidade
Publicidade

Sem muita pressão, os dirigentes do clube começam a planejar 2018, mas mantém o foco no Brasileirão.

O presidente Roberto de Andrade já deixou bem claro que o clube não tem muita verba disponível para investir em novas contratações. Desta forma, jogadores que estão em final de contrato ou até mesmo livres no mercado são os preferidos do clube. Mas a real intenção é acertar com reforços mais experientes e que tenham disputado a Libertadores.

Sem poder investir alto, o Timão também pode optar por dar mais oportunidades para os atletas das categorias de base. Sendo assim, o meia-atacante Vitinho, de 17 anos, surge como um possível reforço [VIDEO] para o elenco de Fábio Carille na temporada de 2018.

Visto como uma das principais promessas do Corinthians, Vitinho está em fase de evolução, onde os números obtidos até o momento estão agradando.

Publicidade

O jovem atacante ganhou aproximadamente 5kg de massa muscular, além de ter se tornado um atleta mais experiente, pois acumula convocações para a #Seleção Brasileira sub-17.

Em outubro, a jovem promessa corintiana disputará o Mundial sub-17, na Índia. Sua expectativa é conseguir brilhar com a camisa amarelinha e assim ganhar oportunidades no time profissional do Corinthians.

Campeão da Copa São Paulo de #Futebol Júnior desta temporada, Vitinho não conseguiu muito destaque, pois era apenas o caçula do time comandado por Osmar Loss, hoje auxiliar técnico de Fábio Carille.

Após não conseguir muito sucesso atuando pelo sub-20 no começo deste ano, o atacante espera fazer boas atuações em 2018, principalmente na disputa da Copinha, que é considerada a maior competição das categorias de base, por ter uma visibilidade muito grande.

"Fui campeão da Copa São Paulo deste ano, mas ainda era jovem e tive pouca oportunidade. Próximo ano pode ser diferente. Depois da Copinha, se Deus quiser, quero ir para o profissional", argumentou o atacante do Corinthians, em entrevista ao site GloboEsporte.com.